Ford lança 4ª geração de sua plataforma de condução autônoma; veja o que mudou

Ford lança 4ª geração de sua plataforma de condução autônoma; veja o que mudou

Por Felipe Ribeiro | 21 de Outubro de 2020 às 19h15
Fliclr/Tony Webster

A Ford segue trabalhando em seus sistemas de condução autônoma e, junto com a Argo AI, divulgou a quarta geração dessa tecnologia, que ainda está em testes. De acordo com a montadora foram aprimorados sensores de direcionamento, tecnologias de limpeza, consumo de bateria e melhorias em geral.

A primeira mudança para essa geração está no carro em si. Sai o veterano sedã grande Ford Fusion para a entrada do novo SUV da marca, o Escape, que deve chegar aqui no Brasil em versões flex e híbrida leve. Segundo a montadora, o utilitário está mais bem preparado para receber as novas tecnologias autônomas.

Para a quarta geração, a Ford atualizou o conjunto de sensores LiDAR com um sistema totalmente novo que ostenta uma matriz de 128 feixes de resolução mais alta para fornecer uma visão de 360 ​​graus. As câmeras de campo próximo olham para a frente e para o lado do veículo, enquanto os sensores traseiros ajudam com objetos atrás do carro. A montadora diz que isso ajuda o veículo de teste a detectar melhor objetos fixos e móveis próximos.

Imagem: Divulgação/ Ford - Via TechCrunch

Já sobre a bateria, a montadora afirma que as melhorias estão na tensão do dispositivo. Com algumas modificações, o sistema autônomo gasta menos energia e também poupa o combustível do Escape, revelando que o modelo em questão é um híbrido.

Quando vamos para o campo da limpeza dos sensores, a empresa revela que reformulou os sistemas com a tarefa de garantir que eles estejam livres de poeira, chuva, neve e gelo. Mais bicos de pulverização lançam soluções de limpeza líquidas a uma pressão mais alta do que as gerações anteriores. Os sensores LiDAR também possuem um sistema de limpeza de ar forçado oculto recentemente desenvolvido.

Com fortes investimentos em carros autônomos, a gigante de Detroit promete chegar aos US$ 4 bilhões de aporte até 2023. Sobre o lançamento dos carros, a Ford disse que, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), tudo deve ser adiado para 2021.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.