Computadores são a nova arma dos ladrões de carro nos EUA

Por Redação | 08 de Julho de 2016 às 11h58

Parece que os tempos de arrombadores de tranca, ligações diretas, alicates para cortes de fio e pedradas no vidro do motorista estão contados. A nova arma dos ladrões de carro nos Estados Unidos parecem ser os notebooks, com chaves roubadas de montadoras e abuso aos sistemas conectados dos veículos, que cada vez mais controlam todos os aspectos da máquina em prol de diagnósticos e análise de problemas e do estilo de dirigir de cada condutor.

Pelo menos é isso o que mostra um vídeo de segurança liberado pela polícia da cidade de Houston, nos Estados Unidos. Nas imagens, um indivíduo ainda não identificado rouba um Jeep Wrangler 2010 do estacionamento da casa do dono, calmamente e sem barulho algum, aparentemente utilizando apenas um notebook.

A polícia ainda não sabe dizer exatamente o que ele estava fazendo com o computador dentro do carro, mas a aposta das autoridades é de que o dispositivo foi conectado de alguma maneira ao computador de bordo do veículo e utilizado para dar a partida. Outros roubos semelhantes já teriam sido registrados em Houston, em uma tendência que vem preocupando os oficiais e também os donos de veículos com alto potencial conectado.

É um ônus que vem com o avanço da tecnologia. Na medida em que novas funcionalidades auxiliam o ato de dirigir, melhoram a experiência e podem até evitar acidentes, vem também uma preocupação com a segurança, uma vez que, como qualquer sistema, veículos também passam a serem “hackeáveis”.

E as consequências para isso podem ser muito maiores do que apenas a perda de um bem material. No ano passado, os hackers Charlie Miller e Chris Valasek conseguiram hackear o veículo de um jornalista da revista norte-americana Wired enquanto ele viajava a mais de 110 quilômetros por hora. O caso, felizmente, foi apenas uma prova de conceito para mostrar que isso seria possível e não um ataque.

É também por isso que montadoras como Tesla e Ford já anunciaram que a segurança é uma das principais preocupações na hora de construir seus sistemas automotivos, com algumas chegando até mesmo a criar departamentos internos focados, justamente, nesse tipo de proteção. É uma necessidade cada vez maior, pois, como todos sabemos, na mesma medida em que avança a tecnologia, aumentam também a versatilidade e conhecimento daqueles que querem explorá-la de maneiras maliciosas.

Fonte: The Wall Street Journal

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.