BMW X5 a hidrogênio será fabricado com ajuda da Toyota; SUV chega em 2022

Por Felipe Ribeiro | 01 de Abril de 2020 às 09h19
BMW
Tudo sobre

BMW

Saiba tudo sobre BMW

Ver mais

Uma das pioneiras em carros eletrificados, a BMW já pensa em transformar alguns de seus modelos mais icônicos em veículos "hidrogenizados". A montadora alemã, sob o guarda-chuva do conceito i Hydrogen Next, lançará uma nova versão do SUV BMW X5 movido a células de hidrogênio em 2022. Para ajudar os alemães nessa empreitada, a Toyota, que já possui alguma expertise nesse tipo de combustível, vai contribuir com a fabricação desse novo produto.

De acordo com a BMW, o X5 terá potência total de 374 cv, já que, além de movido a hidrogênio, o carro terá um motor elétrico, o mesmo visto no iX3. O sistema de células de combustível gera 125 kW de energia elétrica pela reação química entre o hidrogênio armazenado e o oxigênio no ar ambiente, fazendo com que o veículo emita somente vapor de água. Ele usa dois cilindros de 700 bar, cada um com 6 kg de hidrogênio, que podem ser reabastecido em 3 ou 4 minutos, o mesmo tempo necessário para encher um tanque de combustível normal. O consumo, porém, ainda não foi revelado.

A montadora planeja expandir o abastecimento por hidrogênio para outros modelos apenas a partir de 2025. Isso porque ainda será necessário fazer uma série de estudos mercadológicos para a que a produção desse tipo de motorização se "popularize".

A ajuda da Toyota será importante, pois a marca japonesa já tem alguma experiência com carros a hidrogênio, como o Mirai, que é fabricado desde 2015 e já ganhou uma segunda geração.

Fonte: InsideEVs

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.