Audi e-tron, primeiro SUV elétrico da marca, chega ao Brasil em abril

Por Felipe Ribeiro | 21 de Fevereiro de 2020 às 15h25
Audi do Brasil

A Audi escolheu entrar no mercado de eletrificados no Brasil com um SUV. Tal qual sua rival Mercedes, a empresa apostará em um utilitário esportivo para iniciar sua jornada dentro dos veículos elétricos com a chegada do Audi e-tron. Em evento realizado na última quinta-feira (20), a montadora alemã deu detalhes sobre o produto, como especificações técnicas, preços e data de lançamento.

Vai longe

Como sempre, a preocupação em torno dos carros elétricos é com sua autonomia e performance. E isso, ao que tudo indica, não será um problema para o Audi e-tron. Segundo a montadora, o SUV será capaz de percorrer até 436 quilômetros em circuito misto (estrada e cidade), e poderá receber cargas de 80% em apenas 30 minutos em estações rápidas de 150kW. Caso o usuário queira carregar 100%, é possível fazer isso com um pouco mais de tempo nestes postos ou, em casa, com a Wallbox (inclusa no valor do veículo), a carga completa dura perto de nove horas.

Imagem: Audi do Brasil

Sobre o desempenho, o SUV conta com dois motores elétricos, posicionados em cada eixo e que entregam uma potência total de 408 cv e 67,7 kgf/m de torque, o suficiente para que o Audi e-tron acelere de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos, mas com velocidade máxima limitada a 200 km/h. Além disso, uma nova geração da tração quattro – a tração elétrica nas quatro rodas – garante excelência em aderência e dinâmica. O sistema oferece uma regulagem contínua e variável da distribuição ideal de torque entre os dois eixos – dentro de uma fração de segundo.

Ainda segundo a Audi, a aerodinâmica contribui bastante na eficiência. Um dos destaques desse conceito são os retrovisores externos virtuais – uma novidade mundial em modelos de produção em série. Eles não apenas reduzem o arrasto, mas também levam a digitalização do veículo a um nível totalmente novo. Os retrovisores externos virtuais também proporcionam melhor visualização durante a noite e imagem mais nítida com resolução em alta definição.

Entre as tecnologias inseridas no Audi e-tron estão inclusos freios regenerativos e suspensão a ar adaptativa. E com o Audi Drive Select é possível selecionar diferentes perfis de condução, incluindo o programa offroad, e receber ajustes de altura em relação ao solo durante a utilização.

Caption: Audi do Brasil

A versão "de entrada", a Performance 55 Quattro, é equipada com ar-condicionado automático de quatro zonas controlado por tela sensível ao toque, faróis full-LED, acabamento interno em couro e alumínio, painel de instrumentos digital Virtual Cockpit com tela de 12,3”, câmera 360°, central multimídia com display de 10,1” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, roda de alumínio de 21” e mais. Os opcionais são o head-up display, frenagem automática de emergência e assistente de visão noturna.

O novo Audi e-tron é produzido na planta de Bruxelas, na Bélgica, e será ofertado no mercado brasileiro em duas versões: Performance e Performance Black. Com desembarque agendado para a primeira quinzena de abril de 2020, o modelo está em pré-venda no Brasil a partir de R$ 459.990,00 na modalidade Venda Direta.

Imagem: Audi do Brasil

No período de pré-venda os clientes que reservarem seu modelo terão acesso a um bônus de valorização do usado de até R$20.000,00 com garantia de quatro anos de fábrica para o veículo, oito anos para a bateria e quatro anos de revisão inclusos. O cliente também receberá um carregador adicional para utilização residencial.

Investimento em infraestrutura

A Audi também anunciou que investirá R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga de veículos elétricos em todo o País até 2022. Ao todo serão 200 estações instaladas em parceria com a empresa ENGIE como parte da estratégia de eletrificação da Audi.

Os 200 carregadores serão do tipo AC, com 22kW, e será a infraestrutura de recarga mais potente já instalada por uma montadora no Brasil. Todos os pontos serão equipados com o plugue do tipo 2 (padrão europeu) e qualquer veículo com esse mesmo tipo poderá usufruir do equipamento. O objetivo, segundo a empresa, é instalar os 200 pontos em shoppings, academias, hotéis, clubes e restaurantes, ou seja, localidades que o cliente frequenta pode deixar o veículo carregando enquanto realiza outra atividade.

Além disso, a Audi criou também um canal para que estabelecimentos indiquem interesse em receber a instalação de um ponto de recarga. Basta enviar um email para [email protected] com as informações do seu local para participar do processo de seleção, liderado pela própria Audi do Brasil.

Imagem: Audi do Brasil

A Audi anunciou também que, até o lançamento do primeiro SUV 100% da marca no País, 14 concessionárias terão a bandeira e-tron. Cada uma delas terá representantes especializados para oferecer a melhor experiência em toda a jornada do cliente, desde um atendimento personalizado com um especialista no produto até a manutenção necessária com equipe treinada pelos profissionais que desenvolveram o produto na Alemanha. Todas as concessionárias também terão pontos de carga rápida DC de 24 kW e pelo menos um veículo e-tron para test drive.

Os 14 Audi Centers habilitados estão localizados em Belo Horizonte, MG, Brasília, DF, Campo Grande, MS, Curitiba (Alto da XV) e Londrina, PR, Florianópolis, SC, Porto Alegre, RS, Recife, PE, Rio de Janeiro (Botafogo), RJ, Vitória, ES, e quatro em São Paulo (Jardins, Tatuapé, Lapa e Alphaville).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.