Prêmio Canaltech 2019 | Apple é a Marca Mais Desejada de Laptop de 2019

Por Sérgio Oliveira | 02 de Fevereiro de 2020 às 09h05
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

O Prêmio Canaltech 2019 reconheceu as marcas, empresas, produtos e serviços que mais se destacaram no Brasil em cerimônia realizada na última segunda-feira (27) no Cubo Itaú. Ao todo, a premiação contou com o voto de quase 40 mil leitores e seguidores, que totalizaram mais de 957 mil votos. É muita coisa, mas a escolha da Marca Mais Deseja de Laptop de 2019 foi decidida no detalhe e no último dia.

Desde que foram abertas as votações do Prêmio Canaltech 2019 a Dell despontou como a favorita do público. Com ampla vantagem em relação às concorrentes, parecia que o céu era o limite para a marca norte-americana que já atua no Brasil há 20 anos e fez fama graças às linhas Inspiron, Vostro, Latitude, XPS e Alienware de notebooks e do serviço pós-venda personalizado e próximo do cliente.

Porém, com quatro dias para o fim das votações, o que o Canaltech registrou foi uma disparada da Apple nunca vista antes. Mais de mil votos atrás da Dell, a maçã de Cupertino fez mágica e empatou o pleito no penúltimo dia de votação; no último dia, um feito surpreendente: mais de 1000 pessoas escolheram a Apple como a marca de laptops mais desejada do Brasil, fazendo-a superar a Dell em mais de 500 votos. A disputa foi tão acirrada que a Apple levou o troféu de Marca Mais Desejada de Laptop com 25,9% da preferência do público, enquanto a Dell ficou com 24,3% e o segundo lugar.

Dell disparou na frente, mas nos últimos dias de votação a Apple acelerou e levou o troféu de Marca Mais Desejada de Laptop no Prêmio Canaltech 2019
Dell disparou na frente, mas nos últimos dias de votação a Apple acelerou e levou o troféu de Marca Mais Desejada de Laptop no Prêmio Canaltech 2019 (Gráfico: Canaltech)

O que explica esse ganho de fôlego repentino da Apple? Difícil dizer, mas podemos especular os motivos de tanta gente ter escolhido os MacBooks da marca como o equipamento mais desejado dessa categoria.

E não é para menos: no Brasil, os equipamentos da Apple sempre foram muito desejados por qualquer aficionado por tecnologia. A começar pelo design do equipamento, que não só transparece qualidade e esmero, como também chama a atenção pela espessura, sendo um dos mais finos do mundo, e faz muita gente coçar a cabeça e ficar imaginando todos os esforços de engenharia para fazer tudo caber nessa carcaça.

Muito mais do que o visual, os MacBooks também chamam a atenção por entregarem um conjunto de hardware e software que funcionam muito bem. Especificamente em 2019, a Apple atualizou a linha, eliminou o MacBook Pro de 12 polegadas, tornou o MacBook Pro de 13 polegadas a opção intermediária para os consumidores e disponibilizou uma variante maior do MacBook Pro com tela de 16 polegadas.

Novo MacBook Pro tem como principal adição a tela Retina grandalhona de 16 polegadas com  3072 x 1920 pixels de resolução e 500 nits
Novo MacBook Pro tem como principal adição a tela Retina grandalhona de 16 polegadas com 3072 x 1920 pixels de resolução e 500 nits (Foto: Divulgação/Apple)

Além da tela Retina grandalhona, a maior já vista em um notebook da Apple, o MacBook Pro 16 vem com melhorias de engenharia e de especificações para atender a um público mais amplo. Por exemplo: agora o equipamento vem com opções de configuração que incluem até um Intel Core i9 de nona geração com oito núcleos que alcançam até 4,8 GHz de clock e placa de vídeo AMD Radeon Pro 5500M dedicada com 4 GB de memória GDRR6. Para completar o pacote, o modelo suporta até 64 GB de memória RAM DDR4 e até 8 TB de armazenamento em SSD, mais do que suficiente para atender profissionais multimídia que precisam lidar com programas e arquivos pesados.

Tudo isso funcionando junto gera uma enorme quantidade de calor e demanda muita energia. Pensando nisso, o MacBook Pro 16 teve seu sistema de arrefecimento projetado do zero e uma nova bateria de 100Wh. Como resultado, o notebook teve de ficar um pouquinho mais espesso que seus antecessores em troca de 28% mais fluxo de ar, 35% mais capacidade de dissipar calor e até 11 horas de trabalho longe da tomada.

Para fechar o pacote, um dos problemas que mais vinham dando dor de cabeça aos consumidores e à Apple foi corrigido: o MacBook Pro 16 abandonou de vez o famigerado teclado borboleta e adotou o novo Magic Keyboard. Além disso, ele também trouxe de volta a tecla ESC física.

Sistema de arrefecimento do novo MacBook Pro de 16 polegadas foi projetado do zero para garantir o resfriamento necessário para o equipamento
Sistema de arrefecimento do novo MacBook Pro de 16 polegadas foi projetado do zero para garantir o resfriamento necessário para o equipamento (GIF: Divulgação/Apple)

Obviamente, não houve mudanças revolucionárias nem disruptivas, mas necessárias e suficientes não só para manter o MacBook relevante no mercado, mas para atrair a atenção dos mais de 100 milhões de usuários únicos que leram o Canaltech em 2019 e os quase 40 mil votantes que escolheram a Apple a Marca Mais Desejada de Laptop de 2019.

Novidades no Canaltech em 2020

Em 2019, 100 milhões de visitantes únicos leram o Canaltech, número que equivale a metade da população do Brasil. Pensando nisso e em uma maneira de destacar as marcas, produtos e jogos vencedores do Prêmio Canaltech, a partir de fevereiro de 2020 você verá um selo desta e das edições anteriores da premiação sempre que um ganhador for citado.

Assim, você não só sempre conseguirá identificar as melhores marcas, serviços e produtos que você ajudou a escolher, como também saberá que todo os anos acontece o Prêmio Canaltech.

Fique ligado que em 2020 tem mais e não deixe de participar! Até lá, você pode conferir em detalhes o resultado da votação na página do Prêmio Canaltech.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.