Nikon apresenta câmera Z9 com suporte para captura de até 120 fotos por segundo

Nikon apresenta câmera Z9 com suporte para captura de até 120 fotos por segundo

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 28 de Outubro de 2021 às 15h16
Divulgação/Nikon

A Nikon apresentou de forma oficial nesta quinta-feira (28) a sua nova câmera mirrorless, a Z9. Com recursos voltados para praticidade de uso e alta qualidade de imagem, a marca procura colocar mais um produto competitivo no mercado de dispositivos do tipo, competindo contra modelos como a Sony A1 e a Canon EOS R3.

Nikon Z9 tem sensor de 45,7 MP e grava vídeos em 8K

O corpo da câmera traz uma construção bastante similar a produtos anteriores da marca, porém com reposicionamentos no botão para reproduzir conteúdos capturados na galeria e também no comando de foco automático, controles que foram colocados em locais diferentes para otimizar a ergonomia em diversas situações de uso.

Na parte interna, a Z9 tem um sensor de 45,7 megapixels, com suporte para 20 capturas de fotos por segundo em formato RAW, ou até 30 fotos por segundo em JPEG — também é possível alcançar até 120 fotos por segundo no modo de captura em 11 megapixels. Pela primeira vez, a Nikon lança uma câmera profissional sem a presença de um obturador mecânico, indicando que a marca confia na qualidade de seu obturador eletrônico.

Câmera pode tirar até 120 fotos por segundo em 11 megapixels (Imagem: Divulgação/Nikon)

Com essas características, a Z9 tem suporte para sincronização com flash a até 1/200 de segundo, ou seja, a maior velocidade já registrada em um obturador eletrônico. Isso também significa que o produto é bastante resistente ao rolling shutter, e portanto deverá apresentar resultados sem distorções em capturas de imagens em movimentos rápidos, como esportes, pássaros ou outros animais.

Além disso, a tecnologia de sensor empilhado permite que os tempos de buffering sejam consideravelmente melhorados, o que leva a uma capacidade de até mil capturas em sequência no modo JPEG ou com algoritmos de compressão de alta eficiência. Para vídeos, a Z9 traz suporte para gravação em resolução 8K a 30 fps e 10-bit, ou 4K com oversample e a mesma taxa de quadros. Para o 4K tradicional, é possível fazer gravações a até 120 fps — a Nikon anunciou que uma futura atualização de firmware possibilitará a gravação em 8K@60 fps a 12-bit, além de permitir a utilização do formato Apple ProRes RAW a 4K@60 fps, e trazer um novo formato proprietário chamado de N-RAW.

Recursos de IA foram incrementados

Foco automático é capaz de detectar animais em rápido movimento (Imagem: Divulgação/Nikon)

Além da alta capacidade de captura de fotos, a câmera Z9 é a mais inteligente que a Nikon já produziu, de acordo com a marca. O sistema de foco automático foi completamente redesenhado, e consegue identificar uma grande diversidade de elementos na cena, como olhos, faces e corpos de pessoas, além de cachorros, gatos, pássaros e outros animais, aviões, trens, motocicletas e bicicletas.

O reconhecimento desses seres e objetos não precisa ser especificado pelo usuário, já que o modo automático já será capaz de identificar o que está enquadrado. A Z9 também tem um sistema de monitoramento 3D de conteúdos, o que poderá ajudar no foco de elementos em movimentações rápidas.

Obturador eletrônico da câmera promete alta performance e sem rolling shutter (Imagem: Divulgação/Nikon)

Já a estabilização de imagem — denominada de "Redução de Vibração" pela Nikon — é capaz de combinar movimentos do corpo da câmera e da lente para compensação de tremidas indesejadas, o que resultará em fotos e vídeos com menos borrões. Porém, o recurso só poderá ser utilizado de forma completa em conjunto com uma quantidade limitada de lentes, que incluem a recém lançada Z 100-400mm F/4.5-5.6 VR S, e também as já conhecidas Nikkor Z 70-200m F/2.8 e Z MC 105mm f/2.8 VR.

A construção da Z9 ainda traz um visor interno com tecnologia OLED, 3,69 milhões de pontos e suporte para 60 Hz, além de um display LCD na parte traseira, que não traz suportes completamente articuláveis mas é capaz de fazer algumas movimentações mais simples. De acordo com a Nikon, a bateria do produto tem capacidade para até 740 fotos por carga usando a tela, ou 700 fotos com a utilização do visor.

As fotos e vídeos capturados podem ser gravados por meio de cartão CFexpress tipo B, e há uma entrada USB para transferência de arquivos de forma rápida, além de compatibilidade com os aplicativos NX MobileAir e NX Tether, que poderão auxiliar na organização dos arquivos, upload e edição de conteúdos.

Preço e disponibilidade

Produto pode fazer gravações a 8K e 30 quadros por segundo (Imagem: Divulgação/Nikon)

A Nikon Z9 será vendida nos Estados Unidos a partir do final do ano, com um preço sugerido de 5.500 dólares (cerca de R$ 30.886 em conversão direta) — para efeito de comparação, a câmera Sony A1 é disponibilizada a partir de 6.500 dólares (R$ 36.502), e a Canon EOS R3 custa 6.000 dólares (R$ 33.964).

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.