Black Friday | Como evitar golpes com Pix durante as compras

Black Friday | Como evitar golpes com Pix durante as compras

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 24 de Novembro de 2021 às 16h20
André Magalhães/Canaltech

A Black Friday 2021 ocorre nesta sexta-feira (26), um pouco depois de o Pix celebrar seu primeiro aniversário. Como o serviço foi bem aceito pelos brasileiros, tem tudo para ser parte fundamental das vendas. Mas, se nem no dia a dia a plataforma de pagamentos instantâneos do Banco Central se vê livre de golpes, imagine no maior evento de compras do ano? Aqui temos algumas dicas para evitar que você seja enganado nas transações realizadas com esse tipo de transferência de valores.

Uma pesquisa recente da empresa de segurança digital T .Group estimou que cerca de 34 mil tentativas de fraudes serão realizadas entre a quinta-feira (25) e sexta-feira (26), o que representa um aumento de 52% em relação à Black Friday de 2020; e demonstra o possível perigo que muitos consumidores poderão estar correndo durante o evento.

Para Ranier Aquino, analista de segurança de informação do AllowMe, a situação se agrava pelos criminosos saberem como chamar a atenção dos usuários. "Os descontos realizados durante a data chamam a atenção do consumidor, o que pode ser uma vantagem para os fraudadores já que a urgência e emoção são fatores que influenciam os compradores. Muitas pessoas aguardam a Black Friday para realizar compras de itens importantes e com o Pix tudo fica mais rápido o que pode levar a desatenção da vítima."

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Porém, tendo conhecimento das possíveis fraudes, você já estará um pouco mais protegido. Confira alguns dos principais golpes que podem acontecer na Black Friday 2021 a seguir:

Poucas unidades de um produto

Esse golpe já é clássico na Black Friday e se aproveita da urgência de compras do consumidor em uma data única. Uma das situações é quando o comprador necessita de um item e acaba encontrando uma loja virtual e com um preço extremamente acessível caso o pagamento seja realizado via Pix. Quando o consumidor entrar para ver a oferta, o site avisa que restam poucas unidades, tentando convencer o cliente a fechar o negócio.

"A urgência no anúncio faz com que o comprador possa se confundir. Nesse caso é necessário avaliar alguns pontos, como a confiabilidade do site e caso seja uma loja conhecida se há erros de digitação no endereço”, explica Ranier.

Desconto maior com pagamento por Pix

Descontos com pagamento Pix prometem ser um dos principais golpes da Black Friday 2021. (Imagem: Divulgação/Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Esse golpe também parte do senso de urgência, mas com um detalhe diferente: em vez de poucas unidades, os fraudadores prometem descontos expressivos para quem pagar rapidamente a compra com uma transferência via Pix.

É importante que os consumidores estejam de olho em muitos detalhes para não cair nesse golpe, principalmente com o fato que os grandes varejos, mesmo que ofereçam descontos via Pix, não serão tão convidativos quanto os das fraudes. Bandidos costumam chamar sua atenção mudando o preço do produto com outros métodos de pagamento, para que o Pix seja mais atraente.

Desconto acumulado

Nesse caso, o fraudador cria uma falsa promoção na qual o desconto cresce conforme o consumidor adquire mais produto. O golpista coloca, por exemplo, um celular à venda pelo preço comum, mas inclui no anúncio que ao comprar cinco unidades, o cliente ganha um desconto de 30% no valor final, contanto que o pagamento seja via Pix.

Rainer afirma que os consumidores, para evitar cair nessa fraude, devem se atentar à realidade do varejo brasileiro. "Em uma loja confiável, você compra um celular ou 10 celulares e os preços deles se mantêm. Portanto, é sempre importante deixar a emoção de lado e pensar com a razão antes da compra na Black Friday."

Como se prevenir dos golpes via Pix

Embora preocupante, todos esses golpes podem ser prevenidos, com os consumidores seguindo algumas dicas de segurança, que listamos a seguir:

  • Pesquise sobre a loja que se pretende efetuar a compra. Plataformas como o Reclame Aqui podem ajudar a saber se a empresa é confiável ou não;
  • Dê preferência a pagar com cartões de crédito, já que em pagamentos via Pix ou boleto bancário a recuperação do valor perdido, em caso de golpes, se torna mais difícil;
  • Suspeite de grandes descontos com pagamentos via Pix;
  • Nunca clique em links recebidos por e-mail, WhatsApp, ou outros meios pedindo o cadastro da chave do Pix, e sempre confirme com canais de comunicação oficiais de suas instituições financeiras qualquer tentativa de contato recebida por um destes meios;
  • Por fim, não compartilhe seus dados pessoais com qualquer plataforma ou pessoa na internet.

Fonte: Tribuna Online

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.