Review Samsung WindFree Plus | O ar-condicionado que revela quanto energia gasta

Por Amanda Abreu | Editado por Léo Müller | 01 de Junho de 2022 às 15h00
Ivo/Canaltech

O WindFree Plus, da Samsung, é o ar-condicionado da gigante sul-coreana que trouxe uma revolução no mercado para esse tipo de aparelho. Em sua primeira geração, ele trouxe a climatização sem vento e, na versão 2022, a novidade é conseguir contar em tempo real quanto ele gasta de energia e informar isso em reais para o seu smartphone.

Como este é o primeiro WindFree que o Canaltech vai analisar, falarei não só da novidade, mas também vou verificar se ele realmente consegue aquecer ou esfriar o ambiente sem vento, que é sua promessa principal.

Será que ele realmente funciona e é eficaz nesse tipo de função? Pude testar o modelo e venho trazer as minhas impressões de uso sobre ele. Confira na nossa análise.

Prós

  • Silencioso
  • Conectividade

Contras

  • Modo sem vento é menos eficiente que os outros

Design e Construção

O ar-condicionado WindFree Plus, da Samsung, segue um padrão bem parecido em relação aos outros modelos da mesma linha. Ele é totalmente feito de plástico liso e branco, porém bastante resistente em sua aparência.

  • Capacidade de resfriamento (BTU/h): 18.000 BTU/h;
  • Capacidade de resfriamento (kW): 5,28 kW;
  • COP de resfriamento (W/W): 3,24 W/W;
  • Dimensões do produto (unidade interna): 1055 x 299 x 215 mm;
  • Dimensões do produto (unidade externa): 790 x 548 x 285 mm.

Seu acabamento frontal é feito com vários furos, para que a função “sem vento” funcione adequadamente. Na parte interna, existem os circuitos e componentes metálicos, além dos direcionadores de ar.

A condensadora do modelo não é muito grande, facilitando o processo de instalação do produto. Em relação aos ruídos, posso afirmar que o aparelho em si é bastante silencioso, mesmo quando o modo sem vento não está em funcionamento.

Porém, não consegui fazer a avaliação desse mesmo quesito quanto a condensadora, já que a instalação foi feita em um prédio comercial, com locais apropriados para minimizar o máximo de ruídos possíveis. A versão que recebemos tem capacidade máxima de resfriamento de 18.000 BTU/h, e seu preço é em torno de R$ 3.300, aproximadamente.

Para a instalação, aconselhamos contratar um técnico capacitado para esse tipo de serviço, já que existem algumas questões — como o fluido refrigerante — que só podem ser manipulado por uma equipe especializada.

Samsung WindFree Plus (Imagem: Ivo/Canaltech)

Controle

Há também um controle disponibilizado junto ao produto. Ele é bastante completo em funções e auxilia o usuário na usabilidade diária. Nele, encontramos os seguintes botões:

  • Liga/desliga;
  • Botão “mode” – para alternância entre os modos;
  • Temperatura;
  • Modos “eco” e “windfree”;
  • Direcionamento das aletas;
  • Velocidade da ventilação;
  • Timer;
  • Opções;
  • Navegação;
  • Confirmação.
  • Conectividade

Conectividade

O Samsung WindFree Plus tem conectividade Wi-Fi, além de contar com inteligência artificial para algumas funções. Começando pela conexão com meu celular, devo dizer que foi tudo muito prático e rápido, demorando poucos segundos para que tudo estivesse pronto.

Para isso, foi necessário baixar o app próprio da fabricante, o “SmartThings”. Através dele, é possível conectar todos os seus produtos Samsung, além de acessar configurações mais avançadas dependendo do aparelho em si. No caso do ar-condicionado, por exemplo, é primordial fazer essa etapa.

Por lá, é possível separar os aparelhos por local (trabalho, residência, etc) e os cômodos em que cada um deles está. Finalizado o processo, o usuário conseguirá operar diversas funções com o ar-condicionado, entre elas ligar/desligar remotamente, escolher o modo, temperatura, programar o tempo de uso, entre outros. Todos os comandos são atualizados em tempo real, facilitando a usabilidade no dia a dia.

Direcionador de fluxo de ar do Samsung WindFree Plus (Imagem: Ivo/Canaltech)

Função SmartThings Energy

Inclusive, há uma função muito interessante que foi recentemente implementada pela gigante sul-coreana no app brasileiro chamada “SmartThings Energy”.

Através dela, é possível averiguar qual o consumo energético em kWh e o custo disso em reais de cada um dos aparelhos em tempo real, bem como emitir relatórios sobre esses dados.

Além disso, o próprio app solicita que você coloque o número do CEP do local onde o aparelho está instalado, assim ele identifica qual a distribuidora elétrica da região e dá o valor exato de cada kW do local. Assim, você fica sabendo quanto exatamente está gastando em energia a cada vez que liga o WindFree para gelar ou aquecer um ambiente.

Também é possível colocar metas de uso, a fim de controlar melhor os gastos ao final de cada mês.

Screenshot de consumo do app SmartThings Energy (Imagem: Amanda Abreu/Canaltech)

Potência e Desempenho

O Samsung WindFree Plus que recebemos é a versão com 18.000 BTU/h, logo, todas as impressões e opiniões serão dadas referente a ele, especificamente. Porém, lembramos que, além dele, existem também as versões de 9.000, 12.000 e 22.000 BTUs disponíveis. Durante a utilização do produto, usei um pouco de cada uma de suas funções e posso dizer que, ao final dos testes, o aparelho de ar-condicionado da gigante sul-coreana é potente e efetivo para esfriar e esquentar o ambiente de forma geral.

Quando utilizado para resfriar o ambiente — no modo normal, sem a função “windfree” ativada —, ele foi rápido e muito eficiente na tarefa. O aparelho foi instalado dentro de um dos estúdios aqui no Canaltech, em que o revestimento das paredes e teto são feitos totalmente com espumas acústicas, o que poderia atrapalhar na diminuição da distribuição da temperatura ambiente.

Tive exatamente o mesmo resultado quando resolvi aumentar a temperatura, conseguindo rapidamente sair de um ambiente mais frio para o quente de maneira razoavelmente rápida e eficaz.

No modo "sem vento", a aleta é completamente fechada, e os micro furos ficam responsáveis pelo resfriamento do ambiente (Imagem: Ivo/Canaltech)

Todavia, não posso falar o mesmo sobre a função “windfree”. Primeiramente, gostaria de esclarecer que o meu relato não é uma crítica ou algo do tipo — até mesmo porque coloquei o modo “sem-vento” como um dos pontos positivos —, e sim, uma observação sobre o funcionamento e desempenho dele nas situações.

Apesar de o modo fechar a aleta e garantir que realmente não tenha nenhum vento considerável no ambiente, ele não é capaz de resfriar o local em uma temperatura mais gelada que o comum de forma rápida. O que eu fiz antes de usar o modo “windfree” foi utilizar o modo automático para resfriar e, posteriormente, o sem vento somente para manutenção. Dessa forma, ele consegue estabilizar a temperatura sem dificuldade.

Tirando esse detalhe, o desempenho entregue pelo WindFree Plus é positivo e garante um ambiente mais confortável para ficar durante o dia.

Sem concorrentes diretos

Apesar de ser um produto bem comum, o ar-condicionado da Samsung possui uma tecnologia exclusiva no modelo que recebemos para testes, chamado de “windfree”. Através dela, é possível manter o ambiente climatizado sem a presença do vento, já que a aleta é fechada e os micro furos ficam responsáveis pela vazão do ar.

Dessa forma, não existem outros produtos com proposta parecida ou semelhante ao que estamos testando nessa análise.

Um excelente ar-condicionado

O Samsung WindFree Plus é, definitivamente, um excelente ar-condicionado da gigante sul-coreana. A versão de 18.000 BTUs deu conta de esfriar um ambiente razoavelmente grande, em que muitas luzes e pessoas estavam presentes, o que poderia ocasionar algum tipo de perda de eficiência no processo.

Apesar de o modo "sem vento" não ser tão rápido quanto os demais, ele auxilia bastante nos momentos em que queremos somente manter a temperatura do local, sem a presença do vento mais forte ou de ruídos incômodos.

Samsung WindFree Plus (Imagem: Ivo/Canaltech)

O controle disponibilizado é bastante intuitivo e recheado de opções interessantes. Algumas opções como o "confort" e o "quiet", por exemplo, garantem performance suficiente com o mínimo de barulho possível, complementando o "windfree" disponibilizado no aparelho.

A conectividade, integração e disponibilidade do app SmartThings é excelente, auxiliando bastante na usabilidade do dia a dia, além de a função "Energy" entregar relatórios de consumo de energia e gastos em tempo real, na palma da mão.

Considerando essas características, o WindFree Plus é um produto único e com muitos pontos positivos que, com toda a certeza, valem o investimento.