Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Windows 11 vai "matar" um app nativo para privilegiar o Outlook

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Junho de 2023 às 17h08

Link copiado!

Divulgação/Microsoft
Divulgação/Microsoft

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira (16) que vai "matar" um aplicativo nativo no Windows 11, o Email e Calendário. Essa medida tem como objetivo privilegiar os esforços que agora se concentram na nova versão do Outlook.

O app deixa de ser incluído em novas instalações do sistema a partir do início do próximo ano, mas ainda será possível recorrer a elas: a Microsoft disse em comunicado que os usuários poderão baixar o Email e Calendário na Microsoft Store até o final de 2024. Depois disso, eles serão removidos da loja e terão suas funções incorporadas ao Outlook — que virá instalado de fábrica em novos computadores com Windows 11.

Um fato curioso é que a própria Microsoft alerta que a experiência no aplicativo nativo do Win 11 é mais "problemática e desajeitada" em relação a concorrentes mais sofisticados, como o Thunderbird e Mail do iOS — possivelmente desencorajando as pessoas a continuarem usando o aplicativo antigo.

Continua após a publicidade

Para auxiliar na transição, o Windows vai oferecer um guia ensinando a alternar as funções dos apps clássicos para o Outlook. E quem não gostar da mudança também receberá instruições para retornar à versão anterior.

Experiência mais robusta

O novo Outlook oferece uma experiência mais sofisticada em relação ao aplicativo tradicional de e-mail e calendário do Windows 11. Além de acumular as funções de ambos, a nova ferramenta é gratuita e conta com a ajuda de inteligência artificial para auxiliar usuários a escreverem e-mails com mais rapidez, por exemplo. A ferramenta também dá suporte a serviços concorrente, como Yahoo, Gmail e iCloud.

O Email e o Calendário não foram os últimos aplicativos descartados pela Gigante de Redmond: ela também anúnciou o fim integração nativa entre Teams e Windows 11, além de encerrar nova funções do Explorador de Arquivos.