Social commerce aquecido: WhatsApp vai ganhar nova aba dedicada a compras

Social commerce aquecido: WhatsApp vai ganhar nova aba dedicada a compras

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 22 de Junho de 2021 às 20h10
Divulgação/Facebook

O Facebook anunciou nesta terça-feira (22) que o WhatsApp é o mais novo aplicativo da empresa a contar com uma aba dedicada à compra de produtos. Já presente no app da principal rede social da companhia e no Instagram, a opção vai permitir visualizar o catálogo de produtos de lojas e entrar em contato direto com os vendedores responsáveis para negociar aquisições.

Em seu anúncio, a empresa também prometeu oferecer novas soluções de publicidade para lojistas destacarem seus produtos. Ela também vai investir em aprimorar a experiência de compra através do Instagram, que vai ganhar novos recursos de busca visual e a exibição de anúncios dinâmicos em realidade aumentada.

Imagem: Divulgação/Facebook

O CEO Mark Zuckerberg também prometeu a adição de um novo sistema de lojas ao marketplace para permitir que vendedores ofereçam produtos a mais pessoais. Ele também afirmou que, assim que um lojista configurar seu perfil, ele poderá ofertar seus produtos a todos os usuários do Facebook, WhatsApp e Instagram, com todos os benefícios das novas funcionalidades preparadas pela empresa.

Investimentos em novas tecnologias

O principal beneficiado das novidades preparadas pela companhia é o Instagram, que vai ganhar um novo sistema de buscas visuais baseado em inteligência artificial. A promessa é que bastará clicar sobre um item que você gostou em uma fotografia para ter detalhes sobre ele e que, no futuro, será possível iniciar uma procura a partir de uma fotografia tirada pelo usuário.

Imagem: Divulgação/Facebook

A empresa também investe em novas opções de realidade aumentada a lojistas, na tentativa de estimular e facilitar compras online. Novas APIs integradas à Modiface e à Perfect Corp devem tornar mais prático o processo de ver como um item se encaixa no corpo do comprador, e o Facebook promete integrar tecnologias de rede aumentada a catálogos para enriquecer a exibição de anúncios publicitários.

A companhia ainda não anunciou datas para a implementação dos novos recursos, mas adiantou que o novo sistema de lojas do marketplace do Facebook deve chegar primeiro aos Estados Unidos. Em seu comunicado, a companhia prometeu continuar investindo em soluções que tornem o processo de compra e venda mais fácil e prático tanto para consumidores quanto para lojistas.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.