WhatsApp começa a testar funcionamento em mais de um aparelho ao mesmo tempo

WhatsApp começa a testar funcionamento em mais de um aparelho ao mesmo tempo

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Julho de 2021 às 16h13
Reprodução/WhatsApp

Chegou a hora: nesta quarta-feira (14), o WhatsApp começa a testar na versão beta o acesso de uma mesma conta em múltiplos dispositivos ao mesmo tempo. A novidade permite que o app para computador funcione de forma independente do celular e que uma mesma conta seja dividida em até quatro dispositivos diferentes.

A conexão no WhatsApp em mais de um aparelho é prevista há meses, inclusive foi um recurso confirmado pelo diretor do mensageiro, Will Cathcart, em junho deste ano. Em setembro de 2020, a funcionalidade parecia passar por testes internos, mas nunca apareceu para os usuários finais — mas a espera acabou.

O gerenciamento de dispositivos vinculados é feito na tela "Aparelhos conectados" (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Finalmente, um pequeno grupo de membros do programa beta recebe a ferramenta para preparar o terreno para o lançamento oficial. Apesar de parecer uma adição simples, a sincronização entre múltiplos dispositivos foi complexa e exigiu elaboração de mecanismos importantes para assegurar que as mensagens não serão interceptadas por um agente intermediário e continuarão protegidas por criptografia de ponta a ponta.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A sincronização funciona exatamente da forma que você espera: uma mensagem enviada pelo computador a grupos ou contatos também fica disponível a partir do telefone, mas o envio não exige que o portátil esteja conectado a todo momento. Se o smartphone estiver sem internet, a conversa que foi mantida no computador será sincronizada quando a conexão for reestabelecida — assim, dá para continuar o papo exatamente de onde parou, em qualquer aparelho vinculado.

Nesse primeiro momento, embarcar na prévia da novidade desconectará todos os dispositivos conectados no formato antigo (ainda dependentes da conexão com o celular). É possível que o usuário precise vincular a conta ao WhatsApp para desktop duas vezes, para concluir a transição.

Se a sua conta ficar 14 dias sem nenhuma atividade no celular, o computador perderá acesso ao mensageiro. Esse mecanismo impede que contas continuem sendo utilizadas somente no computador sem a autorização do dono. Chamadas (de vídeo ou somente voz) estão disponíveis nos dispositivos vinculados, no entanto, alguns recursos nativos não estão disponíveis no beta, mas devem ser implementados com o tempo.

Acesso fácil

Vazamentos já mostraram que o gerenciamento de dispositivos aconteceria a partir da tela de "Aparelhos conectados". Dali, o usuário pode ativar ou desabilitar o funcionamento independente de outros dispositivos. Atualmente, essa seção serve para controlar o acesso das versões web/desktop do mensageiro (que ainda dependem da conexão do celular).

Quando ativado, uma etiqueta de "beta" é adicionado ao app para desktop (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Não há previsão para quando a ferramenta estará disponível para todos e, por enquanto, não será possível vincular vários celulares a uma mesma conta. Detalhes mais precisos sobre o recurso e como os acessos serão gerenciados devem ser divulgados pelas pessoas sortudas que receberão a experiência.

É bem provável que o recurso seja liberado por atualização, então é bom ficar de olho na Play Store e na App Store para baixar pacotes pendentes. Para os utilizadores da versão estável, resta aguardar e torcer para que a conexão em múltiplos dispositivos funcione bem e tenha um período de testes curto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.