Publicidade

WhatsApp avisa quando alguém tira print?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Outubro de 2022 às 15h55

Link copiado!

Imagem: twenty20photos/Envato Elements
Imagem: twenty20photos/Envato Elements
Tudo sobre WhatsApp

O WhatsApp possui alguns mecanismos para impedir o print de tela em determinadas circunstâncias. Por isso, os usuários podem ficar na dúvida se o mensageiro manda um alerta para avisar um contato de que a captura foi feita. Será que tem como uma pessoa saber quando você tirou um print no WhatsApp?

A resposta é não. O WhatsApp não tem nenhum mecanismo que avisa sobre possíveis registros da tela, seja em bate-papos individuais ou nas conversas em grupo. É impossível saber também quem fez o registro ou quando isso ocorreu.

Continua após a publicidade

Essa é uma postura diferente da adotada por outros aplicativos, como o BeReal. A rede social não chega a notificar de imediato o usuário, mas possui uma ferramenta capaz de identificar quem tirou um print da sua foto temporária.

Você pode ficar tranquilo para "printar" a tela do Zap com a ferramenta do próprio sistema, fotografando com outro celular ou até gravando o seu display em vídeo. Mas é importante saber que o app de mensagens está introduzindo alguns recursos propositais para barrar o registo indevido em certas circunstâncias.

WhatsApp contra prints indevidos

As fotos de visualização única são um exemplo disso. O WhatsApp enfim começou a bloquear prints em fotos e vídeos que deveriam ser exibidos somente uma vez, respeitando a vontade do usuário que ativou essa opção.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A novidade pretende evitar que as chamadas imagens autodestrutivas sejam salvas ou printadas pelos destinatários. Até então, não existia nenhum tipo de bloqueio ou aviso, o que era considerado uma grave falha de segurança do mensageiro da Meta.

Vale lembrar que o bloqueio é válido apenas para o uso da ferramenta nativa do Android ou do iOS, acessada por gestos na tela ou atalhos nos botões. Ainda será possível usar algum gravador de tela ou até fotografar com a câmera de outro celular, logo não dá para confiar 100% no recurso.

As imagens de visualização única devem sumir logo após o destinatário visualizá-la, sem a possibilidade de reabri-la ou salvá-la na galeria. As mensagens temporárias — aquelas que somem depois de um tempo nas conversas — seguem passíveis de registro por meio de capturas de tela.

Em abril, o WhatsApp corrigiu uma falha de segurança que permitia visualizar mídias temporárias no armazenamento dos dispositivos. Como muita gente mantém o recurso de salvar mídias automaticamente no celular, as fotos e vídeos autodestrutivos sumiam apenas do Zap, mas eram registrados na galeria dos aparelhos.