Vivaldi para Android | Navegador completo, leve e adaptável [análise]

Por Douglas Ciriaco | 28 de Junho de 2020 às 11h00
Divulgação/Vivaldi

Ainda distante de ser o primeiro nome lembrado por quem busca uma alternativa aos principais navegadores do mercado, o Vivaldi vem conquistando seu espaço com muita competência graças à variedade de recursos e dedicação ao usuário que apresenta.

O navegador, criado Jon von Tetzchner, ex-presidente da empresa responsável pelo navegador Opera, o aplicativo tem uma versão mobile que faz jus a todo o hype que recebe a versão de desktop, oferecendo uma experiência de uso muito qualificada e repleta de personalização.

Ficou curioso para saber mais? Confira agora a nossa análise completa deste que é um dos melhores navegadores mobile da atualidade. Este é mais um artigo da série de análises de navegadores aqui do Canaltech. Tem uma sugestão sobre qual navegador deveríamos avaliar na sequência? Conte nos comentários ao final do texto.

Ficha técnica

  • Vivaldi Browser (Android)
  • Versão: 3.1.1935.19
  • Testado no Android 9
Tela inicial do Vivaldi no Android (Imagem: Douglas Ciriaco/Canaltech)

Destaques positivos

  • Visual totalmente personalizável
  • Gerenciador de senhas
  • Sincroniza com outros dispositivos
  • Tema escuro avançado (força páginas para adotá-lo também)
  • Visual se adapta à cor do site visitado
  • Definições de privacidade bem acessíveis
  • Atalhos rápidos para copiar, colar e compartilhar links

Destaque negativo

  • Não tem opção “abrir no aplicativo” como outros navegadores

Do jeito que você quiser

De longe, o maior destaque do Vivaldi é a capacidade de personalização que ele oferece. Se você já usou o mesmo navegador em um computador, deve saber que é possível alterar diversos aspecto do navegador, especialmente do ponto de vista de interface, mas também em relação a funcionalidades.

O aplicativo permite, por exemplo, ativar gestos para encerrar abas abertas e usar a exibição das páginas no modo desktop como padrão. Quando falamos de mudanças visuais, a coisa vai ainda mais longe: além de um tema escuro completo (com direito a forçar páginas da web para eu também fique com fundo preto), no tema claro a barra superior do app assume a cor predominanten nos sites visitados — se acessar o Canaltech, por exemplo, você vai ver um tom de azul semelhante ao da nossa marca.

Visual muda de cor conforme a tonalidade do site visitado (Imagem: Douglas Ciriaco/Canaltech)

Isso casa muito bem com a opção de visual com abas do Vivaldi, tal qual um navegador de PC. Essa função especificamente pode ser muito útil para quem utiliza dispositivos de tela grande, como smartphones de 6,7 polegadas ou mesmo tablets (que normalmente começam com telas de 8 polegadas). Nesse caso, fica muito mais fácil alternar entre as abas abertas.

Outro detalhe interessante do Vivaldi é a barra de status, presente na base do navegador. Ela traz acesso rápido para o Speed Dial (um menu de atalhos personalizáveis para páginas da web) e também botões para retroceder e avançar na navegação. Apesar de ser uma boa para telas grandes, ela pode ocupar espaço demais em aparelhos menores — mas ocultá-la é simples, então, conta mais um ponto a favor deste navegador.

Privacidade na ponta do dedo

Sempre com enfoque em privacidade, o Vivaldi mobile também conta com três opções básicas em relação a níveis de bloqueio: sem bloqueio, bloqueio apenas de rastreadores e bloqueio de rastreadores e de publicidade. É possível ainda criar uma lista de permissões, ou seja, de sites que não serão regidos pelo nível de bloqueio escolhido por você.

Ou seja, até o nível de privacidade e como tais definições se relacionam com páginas específicas da web estão disponíveis aqui. É um cuidado interessante e que vem se tornando comum e cada vez mais útil para quem deseja (ao menos em tese) uma navegação menos observada nesse imenso Big Brother que é a web.

Abas tradicionais no topo da tela e um menu para configuração rápida de privacidade (Imagem: Douglas Ciriaco/Canaltech)

Controles simples

De que adiantaria muitas funções se tudo estivesse oculto em menus obscuros, certo? Os criadores do Vivaldi parecem ter levado isso em conta e deram ao navegador uma organização exemplar dada a variedade de recursos da qual ele dispõe.

Uma rápida rolagem pelo menu de configurações mostra acesso rápido a central de senhas do navegador, aos favoritos e a tantas funcionalidades bacanas. Podem-se destacar, por exemplo, a opção de download rápido de páginas para disponibilizá-la offline e botão de acesso às abas fechadas recentemente.

Acesso rápido a um meni de compartilhamento e cópia de links (Imagem: Douglas Ciriaco/Canaltech)

Aliás, o gerenciamento das abas abertas aqui é um show à parte: elas são dispostas em cards exibidos de forma panorâmica e contam com quatro botões no topo da tela. Da esquerda para a direita, eles mostram as abas normais, as anônimas, as sincronizadas com outros dispositivos e as fechadas há pouco tempo.

Outro grande adianto oferecido pelo Vivaldi é uma série de controles rápidos disponíveis para facilitar cópia, colagem e compartilhamento de links. Se você toca sobre a barra da URL, ela abre um menu com opções para copiar ou compartilhar um link, e se houver alguma URl na área de transferência do Android, ela vai aparecer ali também.

Multiplataforma

Outro trunfo do Vivaldi é a sincronização, recurso quase indispensável para um navegador completo de fato na atualidade. Criando uma conta no aplicativo, você pode fazer login em outros dispositivos e compartilhar abas de forma rápida, mas também histórico de navegação, senhas e favoritos. Essa solução é especialmente útil para quem quer alternar entre PC e celular sem perder nada, algo que o Vivaldi oferece com primor, sem dever nada para Chrome, Opera ou Firefox.

Vivaldi é bom?

Sim, é muito bom. Sem dúvida um dos melhores à disposição na atualidade, ele tem tudo o que um navegador de peso precisa ter, sem pesar de fato em seu dispositivo. Ele flui, tem um visual excelente, pode ser personalizado em diferentes níveis e traz acesso rápido para controles de privacidade, um combo invejável e que o coloca entre os grandes navegadores do momento.

Talvez ele assuste um pouco ao ser aberto pela primeira vez, dado que vem de cara mostrando barra de status e abas tradicionais estilo navegador de computador — isso, aliás, pode afastar um pouco quem não tem disposição para fuçar nas configurações assim que abre o app pela primeira vez. Mas o conjunto de boas ofertas aqui é imenso e compensa qualquer possível estranheza inicial.

O Vivaldi é altamente indicado para quem quer fugir do Chrome ou do Opera Mini e está atrás de um navegador que conversa com múltiplos dispositivos e oferece diversos recursos. A ausência sentida, mesmo, é a opção de abrir no aplicativo (ideal para quando você cai em um link do YouTube ou Twitter pelo navegador, por exemplo), mas isso não tira o brilho da boa experiência geral que se tem com o app.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.