Tinder tornará a verificação de identidade obrigatória para todos em breve

Tinder tornará a verificação de identidade obrigatória para todos em breve

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Agosto de 2021 às 18h04
Mika Baumeister/Unsplash

O Tinder ampliará seu programa de Verificação de Identidade para usuários de todo o mundo até o final do ano, anunciou a rede social nesta segunda-feira (16). Membros do app poderão complementar os próprios perfis com a autenticação ao apresentar sua documentação oficial, ampliando a segurança de todos na rede.

“Sabemos que em muitas partes do mundo e dentro de comunidades tradicionalmente marginalizadas as pessoas podem ter motivos convincentes para não poderem ou não quererem compartilhar sua identidade do mundo real com uma plataforma online”, comentou a vice-presidente da Segurança e Advocacia Social do Match Group, Tracey Breeden. Portanto, a verificação será exclusivamente voluntária neste primeiro momento (exceto em países em que a autenticação é exigida por lei), mas isso deve mudar no futuro.

"Criar uma solução verdadeiramente equitativa para a verificação de identidade é um projeto de segurança desafiador, mas também crucial. Por isso, estamos procurando nossas comunidades, bem como especialistas, para ajudar a informar nossa abordagem", complementa a executiva.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para quem procura um(a) parceiro(a), o incentivo é uma segurança adicional bem importante. Se um perfil carrega o selo de verificação, ela passou pelo processo que confirma que sua identidade é real. Assim, usuários tendem a ficar mais confortáveis para puxar um papo e desenrolar o possível romance.

Incentivo à verificação

Não está claro como o programa será ampliado, mas o Tinder indica que começará como um teste. “Sabemos que uma das coisas mais valiosas que o Tinder pode oferecer para que membros se sintam seguros é trazer mais confiança de que seus matches são autênticos e mais controle sobre quem eles interagem. E esperamos que todos os membros em todo o mundo vejam os benefícios de interagir com pessoas que passaram por nosso processo de verificação de identidade”, pontua o chefe de produtos de confiança e segurança do aplicativo, Rory Kozoll.

Para o app de paquera, este é um grande momento. No anúncio, a plataforma pontua que “é o líder em inovação de segurança” no segmento de serviços de relacionamento. No Brasil, a plataforma atua ativamente para garantir segurança dos participantes do aplicativo, incluindo adições especiais, como a Central de Segurança, que conta com a expertise de ONGs de todo o país para garantir o bem-estar de pretendentes enquanto se conhecem e conversam pela plataforma.

A Verificação de Identidade começou no Japão, em 2019 e os dados obtidos lá serviram como base para a implementação em outras regiões. Neste novo momento, para cada país a companhia se apoiará na avaliação de documentos oficiais, enquanto promete respeitar as leis locais de proteção de dados de usuários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.