TikTok quer incentivar usuário a creditar vídeos que inspiraram seus posts

TikTok quer incentivar usuário a creditar vídeos que inspiraram seus posts

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Maio de 2022 às 18h00
Reprodução/Tenable

O TikTok vai lançar um recurso para facilitar ao usuário dar o crédito ao criador original do conteúdo que inspirou seu vídeo. Um botão previsto para chegar em uma atualização futura permitirá ressaltar o perfil na descrição da postagem, como forma de reconhecimento.

Marcar outras contas já é possível há algum tempo na rede, mas isso pode ser usado para diversas finalidades. A plataforma dos vídeos curtos quer incentivar uma cultura de creditar trabalhos originais para evitar plágios e, principalmente, minimizar a insatisfação do criador primordial.

O Tiktok quer que você dê o crédito para vídeos que o inspiraram (Imagem: Reprodução/TikTok)

O novo sistema deve ser bastante abrangente para focar em vários tipos de produção, como dancinhas, piadas, memes, áudios e similares. A ideia é funcionar de modo semelhante ao que já ocorre com filtros, os quais têm o nome do autor na página principal. A diferença aqui seria a ênfase maior, afinal a pessoa seria mencionada logo na descrição.

Como dar o devido crédito ao vídeo inspirador

Quando terminar de criar ou editar um conteúdo no TikTok, o usuário verá um novo ícone de "vídeo" na página da postagem. Tocar ali vai abrir uma tela com vídeos que tenha gostado, favoritado, postado ou usado o mesmo som.

Após escolher quem receberá o crédito, será feito um link automático com a menção na legenda em formato de etiqueta. Pode parecer complicado, mas o app explicará o funcionamento do recurso na primeira vez, conforme a imagem acima.

Quem for marcado receberá uma notificação com um aviso sobre o crédito. Não está claro se haverá alguma ferramenta para impedir esse tipo de marcação nem se isso influenciará no algoritmo de alguma forma.

Inspiração de outra rede social

Essa mudança para ser inspirada no recurso de remix do YouTube Shorts, que atribui automaticamente o crédito para o criador original do vídeo. No caso da rede chinesa, contudo, a marcação precisará ser feita manualmente.

Segundo o diretor da Comunidade de Criadores do TikTok, Kudzi Chikumbu, essa ferramenta permitirá a "atribuição equitativa" na comunidade. "Esses recursos são um passo importante em nosso compromisso contínuo de investir em recursos e experiências de produtos que apoiam uma cultura de crédito, fundamental para garantir que o TikTok continue sendo um lar para a expressão criativa", explicou.

A falta de direitos autorais é considerado um problema grave nas redes sociais em geral. É bastante comum perfis pegarem conteúdos do TikTok e levarem para o Instagram sem autorização do criador original, o que pode levar a embates jurídicos.

Fonte: TikTok  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.