TikTok Kitchens levará pratos culinários dos vídeos para a mesa dos fãs

TikTok Kitchens levará pratos culinários dos vídeos para a mesa dos fãs

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 20 de Dezembro de 2021 às 15h49
Virtual Dining Concepts/TikTok

O TikTok pretende lançar um serviço levar aos usuários as receitas mais populares da rede social. O TikTok Kitchens é fruto da parceria com a Virtual Dining Concepts (VDC) e deve contar com a participação de 300 restaurantes dos Estados Unidos na fase inicial, com previsão para até mil participantes ao final de 2022.

A ideia é usar as cozinhas de restaurantes existentes para produção de pratos que estejam em alta no serviço de vídeos curtos. Para isso, até grandes cadeias locais, como Buca di Beppo e Bertucci’s, devem "emprestar" seus trabalhadores e seu espaço físico para a produção das comidas em alta. O TikTok Kitchens oferecerá treinamento, embalagens e receitas para que cozinheiros e assistentes produzam as refeições.

Inventores das receitas devem receber uma parte do valor arrecadado com as vendas. A outra parte vai para o restaurante e obviamente é maior, afinal o estabelecimento arcará com todos os custos da produção. Ainda não está claro se o TikTok Kitchens receberá uma parte do valor nem como o serviço se sustentará financeiramente.

O menu deve ser atualizado a cada trimestre, no intuito de acompanhar os conteúdos virais e oferecer mais possibilidade para chefes mostrarem seus trabalhos. O primeiro cardápio deve ser composto por uma massa feita com queijo feta e gratinada no forno — a receita mais pesquisada no Google em 2021 no mundo —, tiras de milho fritas sem óleo (chamada nos EUA de "costeletas de milho"), chips crocantes e smash burger.

A VDC já obteve sucesso com MrBeast Burger, uma "cozinha virtual" que o youtuber MrBeast lançou pela primeira vez no final de 2020. Na época, foram vendidos mais de um milhão de hambúrgueres em apenas três meses, o que fez com que 1.500 cozinhas aderissem ao serviço nos EUA, Canadá e Reino Unido. Não há planos para expansão do TikTok Kitchens para fora dos Estados Unidos por enquanto.

Delivery de comida via TikTok?

A resposta é: não. Segundo a porta-voz do TikTok Elena Saavedra, em entrevista ao portal The Verge, os criadores devem receber o crédito pelos pratos no menu e terão destaque na rede social durante o tempo da promoção. "Para ser clara, esta é uma campanha para levar os alimentos TikTok aos fãs, não um empreendimento no ramo de restaurantes”, explicou.

Esse deve ser o primeiro cardápio do serviço (Imagem: Virtual Dining Concepts/TikTok)

Aqui no Brasil, o iFood implantou em 2020 o Loop, um formato de cozinha fantasma, ou seja, sem identificação de quem foi o restaurante que produziu o alimento. Neste caso, o foco eram refeições saudáveis por preços baixos (entre R$ 10 e 15, em média) e não havia relação com conteúdos virais, mas o conceito de "produção alimentícia não identificada" era similar à ideia do TikTok.

Em termos culinários, o TikTok transformou o popular chef Eric Jacquin em embaixador gastronômico da rede social no país. O apresentador do MasterChef Brasil até ganhou uma hashtag própria para compartilhar conteúdo do universo gastronômico para a comunidade brasileira, além de garantir algumas dicas, sugestões e críticas.

Fonte: The Verge  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.