SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Superapp do Banco Central promete substituir apps dos bancos

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Dezembro de 2023 às 16h45

Link copiado!

Reprodução/Agência Brasil/Marcello Casal Jr
Reprodução/Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, voltou a falar sobre o desenvolvimento de uma solução de superapp que vai funcionar como um agregador de serviços financeiros e deve substituir os aplicativos atuais de bancos e fintechs dentro de dois anos. Desta vez, o comentário foi feito durante a sua participação no MBA Brasil, em Chicago nos Estados Unidos na última semana.

A proposta do superapp faz parte da agenda de inovações tecnológicas em desenvolvimento pelo BC, que teve início com o lançamento do Pix e inclui também o Open Finance e o Drex, o Real Digital.

Superapp do Banco Central

Continua após a publicidade

Nesse planejamento a longo prazo do BC, o superapp bancário será uma evolução do Open Finance — modalidade "aberta" de acesso a serviços financeiros que permite o compartilhamento de dados e a interoperabilidade entre diferentes instituições financeiras.

Esse sistema está em fase gradual de implementação: atualmente os correntistas podem compartilhar com outras instituições informações sobre serviços financeiros tradicionais — como contas e operações de crédito — e também dados de produtos relacionados a investimentos, câmbio, credenciamento, seguros e previdência.

Dentro desse projeto do BC, a tecnologia de superapp se apresenta como o próximo passo na agenda de transformação digital com a promessa de integrar todas essas soluções e acessos em um só canal. A ideia é que, a partir do open finance, todas as informações financeiras do cidadão serão reunidas no superapp.

"No futuro, só vai ter um app no seu celular, que você vai abrir e, pelo open finance, ele vai puxar todos os dados de todos os seus bancos”, disse o presidente do Banco Central durante uma apresentação da solução para o mercado em outubro.

Continua após a publicidade

Facilidades do superapp

Entre as facilidades que esse produto pode oferecer estão a possibilidade de consultar a taxa de juros de cada banco antes de fazer pagamento com crédito ou escolher de qual conta retirar dinheiro para uma transação.

"Você vai apertar um botão e terá todo o seu fluxo de caixa consolidado em um só instrumento" comentou Campos Neto nesta semana.

Continua após a publicidade

Ao Canaltech, a fundadora do banco digital Linker e presidente da Abstartups, Ingrid Barth, conta que "o grande ganho em relação ao superapp é melhorar a experiência do usuário com o consumo de produtos e serviços financeiros", ao eliminar a necessidade de acessar diferentes aplicativos bancários para realizar as transações.

Barth explica que o projeto do Banco Central visa "a criação de uma infraestrutura tecnológica a partir da qual as iniciativas privadas vão conseguir desenvolver iniciativas de superapp para o varejo" — uma construção semelhante ao que aconteceu com a tecnologia do Pix.

O superapp e as soluções integradas de Open Finance visam promover uma maior competitividade entre as instituições financeiras — que podem oferecer produtos e serviços aos clientes de seus concorrentes — enquanto os consumidores podem se beneficiam de tarifas mais baixas e condições mais vantajosas.

Campos Neto confirmou que a tecnologia para o superapp bancário está em fase inicial de desenvolvimento e prevê que a solução esteja disponível em dois anos.

Continua após a publicidade

Fonte: Correio Braziliense