Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Site Microsoft Graveyard reúne dados sobre produtos "mortos" pela MS

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Janeiro de 2024 às 10h33

Link copiado!

Windows/Unsplash
Windows/Unsplash
Tudo sobre Microsoft

Assim como tantas outras empresas, a Microsoft também possui produtos descontinuados que se encontram "enterrados" em algum lugar. A companhia pode querer esquecer, mas um site chamado Microsoft Graveyard tem como objetivo relembrar os mais diversos softwares e hardwares lançados pela marca, mas que acabaram “morrendo” por algum motivo.

A página criada pelo desenvolvedor Victor Frye deu as caras na segunda quinzena de janeiro e oferece uma coleção open source de produtos da empresa de Redmond que não mais existem. Isso inclui a Xbox Live Gold, o Windows Phone e a Cortana, para mencionar alguns. Há até nomes que ainda vivem, mas já têm data para baterem as botas digitais, como o Windows 10 — que será descontinuado em novembro de 2025.

Ao visitar o Microsoft Graveyard, é possível conferir uma pequena descrição para quem quer apenas matar a curiosidade, sem se aprofundar na notícia ou no motivo que deu fim à vida do item. Já para aqueles que querem saber mais, dá para clicar no nome do produto, o que direciona o visitante para outra página com mais informações sobre o cancelamento. As fontes são veículos famosos e a própria Wikipedia. 

Continua após a publicidade

Por ser open source, qualquer pessoa pode contribuir com o projeto através do GitHub para sugerir alterações, correções e adicionar dados. O site também tem uma conta no Threads, que informa sobre atualizações e destaca alguns dos finados da Microsoft.

Google também tem página com seus defuntos

Segundo o desenvolvedor do projeto, o Microsoft Graveyard foi completamente inspirado pelo “Killed by Google”, um dos sites mais famosos focados no fim de produtos do Google. Ambos têm um visual bastante similar, com a praticidade e a simplicidade como destaque.

Continua após a publicidade

Na versão baseada na Gigante das Buscas, há uma barra para que o visitante procure por softwares e hardwares específicos mais rapidamente. A partir daí, a descrição do item e o link externo surgem para oferecer mais detalhes. No mais, ambos projetos funcionam da mesma forma, o que mantém mais no conteúdo e menos no visual.