Como saber se seu WhatsApp foi clonado

Como saber se seu WhatsApp foi clonado

Por Rodrigo Folter | Editado por Bruno Salutes | 06 de Dezembro de 2019 às 08h20
Alexander Shatov/Unsplash

Sempre saem notícias a respeito de contas do WhatsApp clonado. O aplicativo de mensagens é o mais utilizado do país, e, infelizmente, também o mais visado para golpes. É importante saber se o seu foi copiado para recuperar a segurança dos seus dados o mais rápido possível.

A clonagem de um WhatsApp visa aplicar golpes em outras pessoas através de links fraudulentos, roubar dados pessoais, disseminar fake news ou se passar pelo usuário para pedir dinheiro para outras pessoas. Confira abaixo algumas dicas importantes para saber se você foi vítima do crime.

Como saber se seu WhatsApp foi clonado

Mensagens estranhas

Quando um perfil é clonado o usuário rapidamente percebe que algumas coisas estranhas passam se suceder. A mais comum delas é o envio de mensagens que você não escreveu, mas também uma mensagem marcada como lida, mas que não lembra de ter acessado antes.

Sua conta foi acessada em outro aparelho

Outro ponto de atenção é receber o aviso de que sua conta do WhatsApp foi acessada por outro aparelho. Se não está participando do beta da função Múltiplos Aparelhos do WhatsApp é bem provável que estejam acessando ilegalmente sua conta e se passando por você.

Devido a esse acesso, o usuário fica impossibilitado de é continuar usando normalmente. O que é possível fazer, segundo recomendação oficial dos desenvolvedores, é configurar o app como se fosse a primeira vez que estivesse usando o mensageiro.

Perfis clonados

Outro golpe muito comum, os perfis clonados se passam por outras pessoas e apresentam "ofertas imperdíveis". Isso é um sinal de alerta para saber se o WhatsApp foi clonado e, por confiar em conhecidos, os usuários podem também cair no golpe e serem vítimas. Além do mensageiro, veja dicas de como saber se o celular foi clonado para aumentar ainda mais a segurança.

Como o golpe que clona o WhatsApp funciona?

Muitas vezes esses golpes são aplicados através da engenharia social, técnica utilizada por criminosos virtuais para obter dados confidenciais de usuários. Um exemplo disso é receber mensagem de um suposto sistema de atendimento ao cliente, seja por SMS ou através do próprio mensageiro. Atualmente muitas empresas utilizam o aplicativo para atendimento e isso faz com que as chances de cair no golpe aumentem.

Os métodos podem variar, mas as mensagens pedem, normalmente, dados pessoais que a empresa não solicitaria, apresentam ofertas falsas e auxílios de qualquer natureza para enganar o usuário e obter a conta.

Rede social sendo usada para aplicar golpe a esquerda e a direita WhatsApp sendo usado indevidamente (Captura de tela: Felipe Demartini)

Como se proteger?

Existem algumas formas que o usuário pode se proteger de golpes, como ativar a autenticação em duas etapas no WhatsApp, aplicando uma camada extra de proteção a sua conta. Além disso, esteja atento a essas dicas para manter sua segurança.

  • Evite utilizar conexões Wi-Fi desconhecidas ou públicas;
  • Utilizem a Play Store ou a App Store para baixar aplicativos de fontes confiáveis;
  • Observe se a conta que entrar em contato com você possui o ícone de verificação ao lado do nome do contato;
  • Não compartilhe dados pessoais pelo aplicativo, principalmente documentos e dados bancários;
  • Mantenha suas redes sociais sempre atualizadas;
  • Utilize o AppLock para colocar senhas nos seus aplicativos;
  • Mantenha seu celular sempre atualizado;
  • Tenha seu celular sempre com você.

Recurso de segurança no WhatsApp

Bloqueie e denuncie usuários suspeitos

Você é o primeiro e principal meio de defesa de sua conta. Ao ser conttado por uma conta que suspeita ser golpe bloqueie-a e denuncie-a para não ser mais incomodado. Veja abaixo como proceder.

Se desejar fazer uma denúncia, você receberá a informação de que as últimas mensagens serão encaminhadas para análise, mas o usuário não será notificado.

  1. Acesse a conversa do usuário que deseja bloquear ou denunciar;

  2. Clique nos três círculos no canto superior direito;

  3. Escolha entre "Bloquear" ou "Denunciar".
Bloqueie e denuncie qualquer mensagem que aparente ser fraudulenta no WhatsApp (Captura de tela: Rodrigo Folter)

Pronto! Essas são as maneiras que você tem de saber se seu WhatsApp foi clonado e as formas que encontra para se proteger, tanto internamente na plataforma, quanto através de dicas externas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.