Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quais os idiomas mais estudados no Duolingo em 2023?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 19 de Maio de 2023 às 14h18

Link copiado!

Montagem: Caio Carvalho/Canaltech
Montagem: Caio Carvalho/Canaltech

O relatório especial sobre o estudo de idiomas do Duolingo em 2023 trouxe algumas surpresas. A principal é o crescimento do interesse dos usuários pelo português e a saída do russo do top 10.

O inglês ainda segue disparado na frente como a língua com mais estudantes interessados na plataforma de ensino. O espanhol vem na segunda colocação, seguido por francês e alemão. Fechando o top 5 do Duo está o idioma japonês.

A lista dos 10 diomas mais estudados no Duolingo em 2023 ficou assim:

Continua após a publicidade
  1. Inglês
  2. Espanhol
  3. Francês
  4. Alemão
  5. Japonês
  6. Italiano
  7. Coreano
  8. Português
  9. Chinês
  10. Hindi

Português sobe, russo some

O motivo para o crescimento do português, segundo o Duolingo, é a demanda reprimida de viagens de estrangeiros para Brasil e Portugal. Com o fim do distanciamento social e o retorno a eventos presenciais, países em desenvolvimento começaram a receber mais atenção nos negócios econômicos.

Somente em 2022, os brasileiros receberam 500% a mais de turistas internacionais no comparativo com o ano anterior. Essa tendência também foi registrada pela companhia aérea portuguesa TAP, um indicativo de que mais gente está indo para lá.

A surpresa fica por conta da saída do idioma russo da lista do Duolingo. Com mais de 282 milhões de falantes no mundo, a língua figurava entre os 10 principais idiomas do mundo desde quando foi lançado no serviço no final de 2015.

Em 2023, o russo ficou apenas no 11º lugar pela primeira vez na série histórica. O aplicativo atribui a queda no interesse com a invasão russa da Ucrânia em 2022. Em fevereiro do ano passado, logo após o início da guerra, houve uma explosão de 1,3 milhão de novos alunos interessados em aprender ucraniano, principalmente em países próximos como Alemanha e Polônia.

Os dados foram extraídos do Duolingo com base nos alunos que estudaram os idiomas mencionados ao menos uma vez. A pesquisa coletou dados entre 1º de outubro de 2022 e 30 de abril de 2023.

Continua após a publicidade

Recentemente, o Duolingo anunciou o uso de inteligência artificial para auxiliar no aprendizado de novos idiomas. A ideia é empregar a mesma tecnologia do ChatGPT para tirar dúvidas, interagir com alunos e responder a questionamentos. No ano passado, o serviço também lançou um aplicativo exclusivo para ensino de matemática.