Novo Gmail centraliza serviços de comunicação do Google e permite videochamadas

Novo Gmail centraliza serviços de comunicação do Google e permite videochamadas

Por Alveni Lisboa | Editado por Renato Santino | 08 de Setembro de 2021 às 12h29
Solen Feyissa / Unsplash

O Gmail passará por um redesenho para transformá-lo em uma central de partida para todos os aplicativos de comunicação do Google. A nova interface deve trazer mais elementos para a tela e centralizá-los no gerenciador de e-mails, que ganhará agora ainda mais relevância no ecossistema da companhia.

A principal mudança é a capacidade de ligar para outro usuário direito pelo app, sem precisar sair do Gmail. Assim que tudo for liberado, o serviço permitirá realizar chamadas com qualquer outra aplicação VOIP (voz sobre IP), inclusive em reuniões pelo Google Meet. Este último deve continuar com sua funcionalidade e ter algumas exclusivas adicionadas no futuro.

O Gmail agora é um hub de comunicações (Imagem: Reprodução/Google)

Essa centralização no Gmail revela a importância do serviço para a companhia e traz de volta, embora de forma aprimorada, as chamadas do antigo Gtalk e do Hangouts. A partir da popularidade do gerenciador de e-mails, o Google pretende impulsionar o uso dos demais serviços.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O hub ajuda a posicionar o Gmail como um rival à frente do Outlook, aplicativo da Microsoft que oferece e-mail, calendário e contatos de forma integrada. O layout do Google terá bate-papos individuais e em grupo, videoconferências, reuniões e chamadas VOIP, tudo isso reunido em quatro guias — e-mail, Chat, Spaces e Meet.

O Spaces é uma nova nomenclatura para um serviço já conhecido: as salas de conversas. Trata-se de uma funcionalidade semelhante ao Slack e ao Discord, com bate-papo em grupo, canais e tópicos de conversas. Como ficará alocado dentro do Gmail, passará a contar com o serviço de busca integrado, o que deve facilitar a localização de mensagens e arquivos. Nessa solução, será possível configurar até quatro colunas para agilizar o trabalho, mas elas podem ser simplificadas para uma ou duas, caso o usuário prefira.

Esse redesenho deve chegar primeiro para usuários corporativos do Workspace, já a partir desta quarta-feira (8). Para os consumidores regulares e proprietários de contas individuais, as novidades devem começar a aparecer nos próximos dias.

Mais novidades para a suíte do Google

A empresa investe em novos recursos para o Workspace desde o ano passado. Foi assim com o Meet e com o Chat, criados para substituir o moribundo Hangouts, o que deixou muita gente insatisfeita. O Meet teve ótima aceitação desde o começo da pandemia e hoje é um dos principais rivais do Zoom e do Microsoft Teams.

O Google também investe em hardware para otimizar a experiência do Workspace (Imagem: Reprodução/Google)

O Google Agenda deve passar a permitir respostas a convites de reuniões com base na sua localização. Outra novidade é o modo "Companion", previsto para novembro, que permitirá o login de uma reunião no seu notebook enquanto faz a transmissão da mesma sala. A ideia é funcionar como um retorno, mas sem o atraso no som e na imagem.

Desde o ano passado que o Google Workspace passa por renovações para melhorar a experiência de uso, tanto para o ambiente corporativo quanto para os usuários comuns. Se você é daqueles que prefere algo mais simples, talvez seja uma boa repensar o uso do Gmail. Para quem curte integração e se comunica com muita gente, o novo gerenciador de e-mails será uma adição e tanto na rotina.

Fonte: The Verge  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.