"Microsoft Teams 2.0" deve chegar integrado ao Windows 11 com ajustes visuais

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Julho de 2021 às 10h29
Divulgação/Microsoft

Passada a euforia do anúncio do Windows 11, a Microsoft agora começa a focar suas atenções para seus outros produtos. É o caso do Teams, que se tornou um dos carros-chefes durante a pandemia da COVID-19. Segundo o site Petri, a empresa estaria debruçada no desenvolvimento de uma suposta versão 2.0 do Teams.

Este não é o nome oficial nem existe ainda uma versão aberta para testadores, mas um repórter do site Petri conseguiu experimentar uma prévia do app que revela os planos da gigante de Redmond para o seu programa de troca de mensagens e videoconferências.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Essa é a tela inicial do novo Teams (Imagem: Brad Sams/Petri)

O que chama atenção logo de cara é uma interface bem minimalista, focada em apresentar uma experiência agradável e simples. No geral, o design está similar ao Teams atual, afinal não tem porque mexer em algo que está com ótima aceitação.

É possível escolher entre três temas diferentes: claro, escuro e alto contraste. Há uma quarta opção para deixar a aparência sincronizada com a área de trabalho, assim o ajuste ocorrerá de forma automática.

É possível ajustar o tema conforme o gosto do usuário (Imagem: Brad Sams/Petri)

Integração com o Windows 11

Também existe a capacidade de convidar rapidamente alguém para o app com um link direto. Esse recurso é muito semelhante ao “Meet Now” que existe atualmente no Windows 10 e no Skype. Foi algo removido do novo sistema operacional em um primeiro momento, mas cuja promessa era retornar com a integração do Teams.

Por enquanto, o controle de notificações parece estar bastante similar e isso é uma boa notícia. Dá para ativar ou desativar o recebimento de alertas de forma rápida, inclusive com a programação de horários para evitar ser incomodado no seu momento de descanso.

No quesito desempenho, o Petri diz que tudo funcionou corretamente. É claro que por se tratar de uma possível versão 2.0, o app estava vazio, sem aquele tanto de conversas ou imagens acumuladas ao longo de meses de uso contínuo. Não dá para tirar uma conclusão satisfatória, por enquanto, nesse aspecto.

Ainda não há uma previsão de quando o novo Teams deve ser disponibilizado. Como a promessa era de integrar o Teams ao Windows 11, pode ser que esta versão chegue acompanhada da nova build de testes do sistema. O certo é que a versão experimentada parece praticamente pronta para o uso, por isso é provável que a Microsoft comece a disponibilizá-lo logo.

Fonte: Petri

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.