Microsoft prepara diversos recursos colaborativos para o Teams; saiba quais

Microsoft prepara diversos recursos colaborativos para o Teams; saiba quais

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Junho de 2021 às 14h45
Divulgação/Microsoft

Além de trazer melhorias e otimizações para o Teams, a Microsoft agora quer permitir uma integração total com aplicativos do Office. A empresa também pretende fazer mudanças na experiência das Teams Rooms no intuito de tornar esses espaços melhor adaptados para o trabalho híbrido ou à distância.

Com a pandemia da COVID-19, muitas empresas adotaram o home office como padrão, sendo que muitas delas não vão retornar ao modelo presencial. O Teams surgiu como uma alternativa muito viável por permitir chat em tempo real, reuniões por vídeo, compartilhamento de arquivos e outras funções muito úteis para quem está fisicamente distante.

Os Fluid Componentes vai trazer novidades para otimizar a rotina (Imagem: Divulgação/Microsoft)

O problema é que hoje ainda é necessário alternar muito entre os aplicativos para desenvolver os trabalhos, daí o objetivo da Microsoft de levar as ferramentas do Office para dentro Teams. Fluid Components, nome que a empresa deu para esse recurso, existe desde o início deste ano, mas agora passará por uma expansão para abarcar também o Outlook, OneNote e uma série de outros aplicativos do Office.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A integração vai permitir que as pessoas trabalhem em conjunto em um arquivo, como já ocorre via aplicativos web, porém dentro do ambiente do Teams. Será possível, por exemplo, agendar um compromisso para a equipe sem precisar aceitá-lo via e-mail ou adicionar manualmente no calendário. A ferramenta deve trazer ainda várias novidades importadas do Excel para trabalho em planilhas compartilhadas e tarefas em conjunto.

O PowerPoint Live também deve passar por melhorias para oferecer uma experiência ainda melhor dentro do app de conversas. Uma novidade deve ser a tradução automática de slides, o que permitirá aos participantes estrangeiros compreender tudo que está sendo exibido na tela no idioma escolhido.

Slides poderão ser traduzidos automaticamente no Teams (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Outra adição bacana é o uso de uma caneta virtual para fazer anotações na apresentação, de modo similar como faria em um quadro físico ou ao usar um apontador laser. Com isso, dá para ressaltar pontos mais importantes, acrescentar informações extras ou elencar tópicos para facilitar a compreensão.

Otimização para todas as plataformas

O app para desktop terá a capacidade de responder a uma mensagem específica, para evitar desencontros ou ruídos de comunicação — isso é algo que já existe há um bom tempo nos aplicativos de iOS e Android. É só clicar nos três pontinhos ao lado de uma mensagem e escolher “Responder” para mencionar o que foi dito antes juntamente com a sua redação.

Clique para fixar uma mensagem em um grupo específico (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Também será possível fixar mensagens importantes em um grupo. Essa função tem muitas utilidades práticas, tais como elencar o tópico de uma reunião, estabelecer regras de convivência ou dar diretrizes para a execução de um trabalho.

A Microsoft introduzirá ainda novas formas de inserir imagens e documentos, bem como de combinar linhas, textos e desenhos de forma colaborativa. Vai dar até para usar figurinhas e outros recursos audiovisuais para os momentos apropriados. E, com um clique simples, todos passam a ter acesso para trabalhar ou visualizar tudo que foi criado.

Tudo isso deve ser disposto na nova barra de ferramentas e na barra de menus, na parte superior, do Teams. A melhor forma de conhecer é testar uma por uma cada novidade para entender como funciona e as aplicações práticas no seu cotidiano.

Caption

Competição com o Google

Essa pode ser uma resposta da Microsoft em relação a um movimento recente do Google, que anunciou durante sua conferência de desenvolvedores, a integração do Meet com o Documentos Google. Dentre outras, será possível compartilhar arquivos ou adicionar contatos de trabalho para ver e trabalhar de forma simultânea nas criação de textos.

Na segunda-feira (14), o Workspace se tornou gratuito para todos. A plataforma oferece integração do cliente de correio eletrônico do Gmail com Agenda, Chat, Meet, Docs, Planilhas e Apresentações. Há também pacotes específicos para pequenas e médias empresas, que trazem recursos extras por um valor bem acessível.

O WhiteBoard vai permitir que vários usuários interajam simultaneamente na apresentação (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Com o Fluid Components, a criadora do Windows parece estar disposta a rivalizar com o Google para expandir a proposta do Teams para além de um mero aplicativo de chat. Hoje, o app já tem mais de 850 programas integrados à sua loja, que podem ajudar no contexto de reuniões, bate-papos, atividades diárias ou na rotina administrativa.

Por fim, a companhia deve trazer uma nova experiência das salas do Teams para o Surface Hub. A ideia é apresentar um espaço para reuniões mais moderno, um aplicativo Whiteboard redesenhado, múltiplas possibilidade do modo Together e os aprimoramentos do PowerPoint Live. A expectativa de lançamento é no terceiro trimestre deste ano, mas ainda não foi estipulada uma data.

O que você achou dessa tonelada de novidades para o Teams? Compartilhe a sua experiência com o programa.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.