Google Workspace agora é gratuito para todos; veja o que muda

Google Workspace agora é gratuito para todos; veja o que muda

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Junho de 2021 às 10h57
Reprodução/Google

O Google Workspace (antes conhecido como G Suite) se tornou gratuito para todos os usuários nesta segunda-feira (14). A experiência integrada do Google que era exclusiva para assinantes foi liberada para contas comuns, oferecendo facilidades interessantes para produtividade e colaboração em projetos através da Conta Google.

Usuários que não viam vantagem na assinatura do Workspace não terão sua experiência afetada de nenhuma forma. Praticamente, o Gmail continua sendo o mesmo para todos, mas quem utiliza a ferramenta com frequência (principalmente para trabalho) aproveitará a integração do cliente de correio eletrônico com Agenda, Chat, Meet, Docs, Planilhas e Apresentações sem gastar nada por isso.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Google imagina pessoas comuns experimentando a integração de seus serviços para a realização de atividades em equipe. Em exemplos, a companhia sugere que o Workspaces seja usado para promover causas, ajudar em reuniões familiares ou decidir temas para discussão em clubes de livros. Assim como na época em que era exclusivamente pago, a porta para as ferramentas colaborativas está no Gmail. A partir dele, basta habilitar o Google Chat para acessar a experiência integrada.

Além disso, a liberação do Workspaces também inclui as novidades do Smart Canvas, anunciadas durante o Google I/O deste ano. O pacote inclui uma série de ferramentas para facilitar a colaboração em projetos em editores do Google e, como sempre, um grande reforço na integração de serviços da companhia.

Os novos "espaços" do Google Chat são as maiores mudanças no Gmail (Imagem: Reprodução/Google)

Depois disso, o usuário não deve notar mudanças drásticas, contudo, algumas das capacidades do serviço (como mencionar usuários em tarefas e apresentar documentos, planilhas ou slides diretamente em videoconferências do Meet) já estarão disponíveis.

Google Chat renovado

Ainda nesse pacote, o Google anunciou que as salas do Chat evoluirão para “Espaços”. Segundo a companhia, a mudança ampliará ferramentas organizacionais para equipes de trabalho e tornará a interface mais flexível para “ajudar times e indivíduos” a entenderem tudo que é importante.

Os espaços do Google Chat quase se tornam uma ferramenta completa de comunicação corporativa como o Slack e o Microsoft Teams, mas com a vantagem da ligação íntima ao ecossistema da Gigante das Pesquisas. As adições permitem que contatos colaborem em projetos de forma simplificada e sempre com chats à disposição para fazer comentários.

A ferramenta inclui o encadeamento de tópicos, reações com emojis e uma nova disposição de ferramentas para facilitar a atuação em conjunto. Segundo o Google, o Espaços chegará aos usuários ao longo dos próximos meses.

Novo plano do Workspaces para pequenas empresas

Para ampliar o próprio serviço, o Google também introduziu um novo plano de assinatura, o Workspace Individual. A companhia pretende alcançar os proprietários de pequenos negócios com “capacidades premium” e recursos que não foram incluídos na edição gratuita da integração, como reuniões profissionais mais longas e marcações inteligentes de compromissos no Google Agenda.

A opção de assinatura ainda não está disponível, mas chegará “em breve” para usuários dos Estados Unidos. Por lá, o Workspace Individual custará US$ 9,99 ao mês — a novidade foi confimada para Brasil, Canadá, México, Austrália e Japão, mas o preço por aqui ainda não foi confirmado.

Fonte: Google  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.