Os 10 melhores aplicativos Android open source em 2022

Os 10 melhores aplicativos Android open source em 2022

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Abril de 2022 às 16h30
Denny Müller/Unsplash

O Android tem muitos aplicativos gratuitos de qualidade, mas uma minoria são construídos sobre a base do código aberto. A vantagem dessas soluções é que qualquer desenvolvedor da comunidade pode modificá-lo para trazer melhorias, corrigir bugs ou oferecer experiências únicas.

O Canaltech produziu uma lista com 10 sugestões de aplicativos de código aberto disponíveis na Play Store. Há outros programas disponíveis em lojas não oficiais, mas isso limitaria bastante a pesquisa, afinal a maioria dos usuários do Android costuma procurar no mercado do Google.

Muitas soluções open source são apps tão populares que pouca gente desconfia se tratar de software livre. Para não ficar apenas na obviedade, o ranking abaixo também trará algumas soluções menos conhecidas, porém igualmente úteis para a sua rotina.

Os 10 melhores aplicativos Android de código aberto 2022

Confira abaixo um resumo de cada aplicativo, com sua respectiva descrição e um link para download. Vale lembrar que algumas soluções são gratuitas, mas possuem custos de assinatura ou complementos para liberar mais funcionalidades.

10. VLC

O VLC é um tocador de áudio e vídeo de código aberto (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Antes dos serviços de streaming oferecerem seus players próprios, a forma mais simples de ver um vídeo em celulares era com tocadores dedicados. O VLC é um dos mais populares do segmento porque também rodava no Windows e era extremamente leve.

O tocador de mídias open source evoluiu muito e hoje pode reproduzir praticamente qualquer tipo de mídia, inclusive formatos pouco comuns, como áudios de DVDs. Com amplo suporte a codecs de áudio e vídeo, o VLC tem um design limpo que roda praticamente em qualquer celular, mesmo os modelos mais simples.

O VLC tem suporte para áudio, legendas automáticas, rotação de tela, ajustes de proporção e controle por gestor para volume e brilho. É o reprodutor favorito de muita gente, por isso garantiu seu espaço nesta lista.

9. Mozilla Firefox

O Firefox é um app open source bastante popular (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

O Firefox já foi o segundo navegador mais utilizado no mundo, atrás apenas do Google Chrome, e é conhecido por ser construído em código aberto. Uma das vantagens é o aplicativo ser super bem avaliado no Android e integrado à versão para desktop, assim dá para compartilhar o histórico, favoritos, marcadores e outras funcionalidades.

A Mozilla traz constantemente melhorias para o programa, como a possibilidade de colocar a barra de pesquisa onde preferir, seja na parte superior ou na inferior da tela. Outras adições recorrentes são widgets e complementos, que podem ser personalizados mais facilmente graças ao código aberto.

Com um design moderno e ótima estabilidade, o Mozilla Firefox é uma excelente alternativa para quem não quer saber do navegador padrão do Android.

8. LibreOffice/OpenOffice

(Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Desde quando o software livre se tornou um conceito popular que o LibreOffice e o OpenOffice estão no mercado. A solução surgiu como alternativa aos aplicativos pagos da Microsoft, porém com funções similares. Se no início, os apps deixavam a desejar em recursos, hoje já não se pode dizer o mesmo.

Os aplicativos são bons, possuem integração com apps muito utilizados no cotidiano e ainda permitem a edição de arquivos no formato ODF (Open Document Format), ODS (planilhas) e ODP (apresentações).

O design dos apps são simples, mas as funcionalidades permitem ler e editar textos com eficácia. Dá para trabalhar com documentos protegidos por senha e sem a necessidade de se conectar com a internet. Se você precisa lidar com redação de artigos no Android, talvez possa dar uma chance para o LibreOffice.

7. Lawnchair

Uma solução open source para modificar sua tela inicial no Android (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

O Lawnchair foi abandonado por sua equipe de desenvolvimento original em 2020, mas uma nova equipe assumiu o projeto open source do launcher para Android. Ele foi projetado para levar a interface dos telefones Pixel para qualquer usuário que desejar experimentar esse visual puro.

Agora, o programa de tela inicial possui compatibilidade com os novos recursos do Android, como o Material You, e traz outras novidades exclusivas, como gavetas de apps personalizadas, modo escuro automático e ajustes de notificação. É certamente uma boa escolha para quem está cansado do visual padrão e quer se aventurar em um inicializador de código aberto.

6. Proton Mail

O Proton Mail é fácil de usar, tem criptografia aprimorada e protege o usuário contra rastreamento (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Se você quer um e-mail rápido e anônimo, então o Proton Mail é a solução ideal. Além de ser open source, o programa foca em total privacidade na web, sem rastreadores, propagandas ou coisas do tipo. A equipe responsável é a mesma criadora do ProtonVPN, um dos principais serviços para mascarar IPs e esconder localização do mundo.

O aplicativo é bonito e com uma interface simples, direta ao ponto. Tudo funciona perfeitamente e ainda tem o extra de contar com a criptografia de e-mails e anexos — protocolos AES, RSA e OpenPGP. O Proton tem versões pagas para quem desejar mais funcionalidades ou para utilização no mercado corporativo.

5. Bitwarden

Com esse software livre, você consegue armazenar e gerenciar seus logins/senhas com segurança (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

O Bitwarden é um serviço de gerenciamento de senhas gratuito e de código aberto que armazena informações confidenciais, como logins e senhas de acesso a sites em uma espécie de cofre criptografado. O programa permite sincronizar tudo entre todos os seus dispositivos, logo você consegue recuperar suas credenciais no Android mesmo se tiver acessado um site pelo desktop.

Os seus dados são selados com encriptação AES-256 bits, salted hashing, e PBKDF2 SHA-256. O código-fonte do Bitwarden está hospedado no GitHub e todos são livres para revisar, auditar e contribuir para o aprimoramento do programa.

4. LibreTorrent

Baixar arquivos em torrent pelo Android de forma simples e objetiva é o foco do LivreTorrent (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Baixar clipes, músicas e filmes da rede Torrent é uma atividade ainda comum em computadores de mesa e notebooks. Muita gente que também gostaria de poder transferir arquivos dessa rede no Android, mas nem sabia ser possível até conhecer o LibreTorrent.

Este open source permite compactar arquivos neste formato, agendar downloads para dia/hora específica, mover arquivos para outra pasta ou armazenamento externo e até selecionar arquivos para baixar dentro de um torrent. O software tem uma interface limpa, simples e com muitos dados para informar o usuário.

3. Kodi

O Kodi é um reprodutor multimídia criado em código livre e adaptado para os principais sistemas operacionais (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

O Kodi é um media player de multiplataforma que oferece opções para transmitir filmes, músicas, séries, programas e até TV ao vivo. Um dos trunfos é a gigantesca base de complementos e repositórios para realizar esse streaming de áudio ou vídeo.

Há quem compare o Kodi a um sistema operacional, dado a elevada quantidade de recursos presentes e a sua interface intuitiva. O programa é compatível até com emuladores para quem deseja relembrar os momentos de felicidade com games antigos.

Além do Android, o app também pode ser instalado no Windows, Mac, Linux, iOS e em uma variedade de modelos de TV box, dispositivos de streaming e aparelhos voltados para o entretenimento.

2. OpenStreetMaps

Que tal um app open source que não depende de grandes corporações para fazer seu serviço de navegação? (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Para quem não gosta de usar apps de grandes corporações, como o Google Maps, o Waze e o Apple Mapas, o OpenStreetMaps (ou OsmAnd, como é conhecido) é uma solução ideal. O programa oferece navegação offline por GPS para quem está a pé, de bicicleta e de carro, além de mapas tridimensionais que mostram elevações, prédios e outras modificações do terreno.

Os dados são fornecidos por admiradores do software, que usam fotografia aérea e conhecimento dos locais para alimentar as informações. É claro que por ser um software livre e em constante construção, ainda há muitos pontos a serem melhorados. Porém, como vários apps colaborativos, o OsmAnd conta com uma comunidade apaixonada que provavelmente o fará rivalizar com os gigantes do mercado.

1. Signal

O Signal é uma das principais referências de software open source de sucesso no mundo (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

Considerado um dos mensageiros mais protegidos do mundo, o Signal se destaca por ser totalmente livre, o que permite auditorias completas de especialistas em privacidade e segurança. Não é a toa que costuma ser usado por pessoas sob ameaça, refugiados e políticos, pois o programa praticamente não coleta metadados do usuário.

O app é uma das soluções open source mais completas do mercado, porque tem vários recursos de soluções privadas como o Telegram e o WhatsApp. Além disso, conta com diversas camadas de criptografia e suporte a chamadas HD de voz/vídeo. Você nem precisa dar o seu e-mail nem número de telefone no cadastro, o que garante mais privacidade.


Sentiu falta de algum software open source para Android que não entrou nesse Top 10? Acesse as redes sociais do Canaltech e mande sua mensagem.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.