Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

LinkedIn lança IA para ajudar você a criar sua bio na rede social

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Março de 2023 às 10h19

Link copiado!

 Alexander Shatov/Unsplash
Alexander Shatov/Unsplash
Tudo sobre LinkedIn

O LinkedIn ganhou ferramentas com inteligência artificial da OpenAI para compor perfis e descrever vagas, anunciou a plataforma nesta quinta-feira (16). Usuários poderão usar o GPT-3.5 e o GPT-4, apresentado recentemente, para poupar o trabalho de escrever textos do zero.

Enquanto o modelo GPT-3.5 tomará conta da descrição de vagas, o GPT-4 fica encarregado de auxiliar na descrição de perfis. Ambos serão úteis para a rotina de uso da rede social, servindo especialmente como inspiração para elaboração de conteúdo.

Continua após a publicidade

Na descrição de perfis, a IA incluída no LinkedIn tomará como base as descrições já disponíveis na rede social. O modelo tentará identificar as habilidades e as experiências mais importantes do profissional incluídas na seção "Sobre" e "Competências" para destacá-las no texto de apresentação.

A descrição de vagas, por outro lado, requer participação mais ativa do usuário: é necessário apresentar detalhes sobre o trabalho, como nome da função e da empresa contratante. As informações serão então dispostas num texto pronto para revisão e edição, permitindo acrescentar exigências adicionais e mais observações.

"Obviamente, personalização ainda é importante. É por isso que encorajamos você a revisar e editar o conteúdo sugerido antes de adicioná-lo ao seu perfil para garantir precisão e que está alinhado ao seu tom e experiência", disse o Diretor de Produtos no LinkedIn, Tomer Cohen.

O ajudante com IA será exclusivo para quem assina LinkedIn Premium, que custa a partir de R$ 67,49 por mês. O recursos será distribuído ao longo dos próximos meses. 

IA para todo lado

Desde que a Microsoft adicionou a tecnologia do ChatGPT no novo Bing, a empresa não parou de ampliar a ferramenta no seu ecossistema. Atualmente, além do buscador, o Edge e o Windows contam com ferramentas alimentadas pela inteligência artificial generativa.

A adição de ferramentas como essa no LinkedIn era só questão de tempo e não é a única forma de usar IA para usar a rede social: o Microsoft Edge conta com um auxiliar de escrita que pode ajudar na composição de posts para a plataforma.

Cursos com IA

Continua após a publicidade

Além das ferramentas novas, o LinkedIn também oferecerá cursos gratuitos focados em IA generativa. As aulas contarão com a participação de especialistas da indústria para ajudar o usuário a entender mais sobre inteligência artificial conversacional e mais. Nos próximos meses, mais 20 lições devem ser adicionadas à plataforma.