Instagram lança sistema de gorjetas para apoiar os criadores em lives

Instagram lança sistema de gorjetas para apoiar os criadores em lives

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Novembro de 2021 às 14h05
Unsplash/Linus Mimietz

O Instagram anunciou oficialmente a chegada do recurso Badges (Distintivos, em português) nos Estados Unidos para oferecer ao público uma forma de apoiar os criadores de conteúdo que produzem lives na rede social. A novidade estava em fase de testes há cerca de um ano e meio apenas para convidados, mas passará a ser liberado inscrição de qualquer perfil qualificado.

Os espectadores poderão adquirir os distintivos durante as transmissões ao vivo do criador para ajudá-lo financeiramente, pois todo o valor arrecadado será revertido para aquele perfil. Serão três níveis diferentes com preços fixados em US$ 0,99, US$ 1,99 e US$ 4,99 e custo único — cada um fornecerá um, dois ou três corações do lado do nome do perfil apoiador.

Badges são bonificações pontuais enviadas durante as lives (Imagem: Reprodução/Instagram)

A ideia é funcionar como uma espécie de gorjeta para celebrar um conteúdo de qualidade e incentivar o influenciador digital a manter sua produção. O modelo é parecido com os Bits e as Stars, moedas da Twitch e do Facebook, respectivamente, usadas para interagir com streamer. Um painel de dados vai mostrar os valores arrecadados e oferecer dicas para aprimorar a arrecadação e fazer o seu "negócio" crescer.

Para ser um criador qualificado, neste momento, é preciso:

  • Residir nos Estados Unidos
  • Ter mais de 18 anos
  • Ter conta de criador ou comercial
  • Possuir, no mínimo, 10 mil seguidores
  • Estar em conformidade com as políticas e diretrizes do Instagram

Quem adquirir as Badges terá destaque ao fazer perguntas ou fazer comentários no chat do criador de conteúdo, além do perfil aparecer em uma lista visível para o streamer por até 90 dias. Por enquanto, não há outro benefício atrelado a esse recurso que não seja a satisfação do criador em ver o trabalho reconhecido, mas nada impede que eles possam entregar brindes ou fazer sorteios para os apoiadores.

Sem desconto até 2023

A rede social promete não descontar taxas no valor repassado aos criadores até 2023, como forma de incentivar a realização de transmissões na plataforma, mas é preciso lembrar que Apple e Google cobram de até 30% para compras efetuadas no aplicativo, o que poderia reduzir a quantia final.

O recurso "Configurar Badges" ficará liberado no menu Perfil e em Painel Profissional. Quem não estava inscrito no programa de monetização do Instagram precisará fazê-lo para começar a acumular recursos. Quem descumprir as Políticas de Monetização de Parceiros, Políticas de Conteúdo e Diretrizes da Comunidade podem ser penalizados e perder o direito a monetizar suas lives, portanto é preciso seguir todas as normas de conduta param evitar prejuízos.

O Instagram já havia anunciado a chegada de um modelo de assinaturas semelhante ao adotado no Onlyfans, com acesso a posts exclusivos e a materiais únicos. É uma pegada diferente dos distintivos, mas também ajuda a aproximar fãs dos influenciadores digitais.

Por enquanto, não há informações de quando o recurso deve chegar ao Brasil, mas como o país é um dos principais mercados do Instagram, é provável que não leve mais do que alguns poucos meses. O Canaltech ficará de olho para trazer essa informação em primeira mão ao leitor.

Fonte: The Verge  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.