Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Instagram e Threads não vão recomendar posts sobre política

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 09 de Fevereiro de 2024 às 16h39

Link copiado!

Claudio Schwarz/Unsplash
Claudio Schwarz/Unsplash
Tudo sobre Instagram

A Meta anunciou que Instagram e Threads não vão sugerir posts de conteúdo político de maneira proativa para as pessoas nas respectivas redes. Quem segue uma conta política ainda pode receber os conteúdos, mas os algoritmos vão deixar de oferecer recomendações de posts do tipo para não seguidores.

Em nota, a empresa informa que não vai “proativamente recomendar conteúdo sobre política nas superfícies de recomendação de Instagram e Threads”. Isso inclui as sugestões nas áreas de Reels, Explorar, Recomendações no Feed e Contas Sugeridas — basicamente, um usuário só vai ter acesso ao conteúdo político se ele for publicado nas contas que a pessoa já segue.

A Meta considera como conteúdo político qualquer material que “esteja relacionado a assuntos como leis, eleições e tópicos sociais”. Caso alguém queira ter acesso a esses posts, poderá ativar manualmente uma configuração que não limita as recomendações (o ajuste ainda não está disponível no Brasil). A empresa também pretende lançar a mesma opção no Facebook nos próximos meses.

Continua após a publicidade

Via de duas mãos

Apesar de valer para o mundo todo, a medida provavelmente leva em consideração as eleições presidenciais dos Estados Unidos, previstas para novembro deste ano, mas com as primeiras prévias já em andamento. Como já aconteceu nos últimos anos, as redes sociais são palco para acaloradas discussões entre os dois lados envolvidos no pleito e disparo de fake news.

Isso pode ter um lado bom e outro ruim. Por um lado, Threads e Instagram se tornam uma espécie de “zona neutra”, locais sem tanta discussão sobre política, nas quais os usuários podem passar o tempo longe dos debates com familiares, amigos e até desconhecidos. 

Por outro, cercear qualquer sugestão política pode ter um efeito perigoso, pois as redes poderiam até deixar de mostrar conteúdos importantes para o dia a dia — afinal, leis e tópicos sociais fazem parte da sociedade e não é possível ignorá-los. Existe o problema das fake news, mas as redes sempre se mostraram como uma plataforma para expor casos de repressão e outros assuntos relacionados.

Threads foi lançado "sem política"

No entanto, não é nenhuma novidade que o Threads evite assuntos políticos: essa é uma proposta da rede desde o lançamento, como já foi apontado pelo chefe do Instagram, Adam Mosseri. Considerando que o rival X (antigo Twitter) é uma das plataformas mais acaloradas para discussões no período eleitoral, a Meta tenta criar uma versão oposta e com assuntos mais “leves”.