GoPro quer ajudar do usuário básico ao avançado com o novo aplicativo Quik

Por Felipe Junqueira | Editado por Douglas Ciriaco | 01 de Maio de 2021 às 17h00
Divulgação/GoPro

A GoPro anunciou a evolução de seu aplicativo para dispositivos móveis com a mudança de nome para Quick há algumas semanas. Com a alteração, o app passou a funcionar omo uma espécie de galeria de fotos para o usuário organizar capturas preferidas, e não necessariamente feitas com uma câmera GoPro.

Canaltech conversou com o fundador e diretor-executivo da empresa, Nick Woodman, para saber mais sobre os objetivos da empresa com o Quik, e também para entender melhor o aplicativo e suas principais funções. De acordo com o executivo, a companhia quis aproveitar uma oportunidade de chegar a uma base de usuários maior do que apenas aqueles que compram uma câmera da marca.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“Muitas das soluções que oferecemos aos usuários da GoPro também serviriam a quem não tem uma câmera da marca, como tirar o melhor proveito das fotos e vídeos feitos com o celular ou a GoPro, seja selecionar as melhores, editar, cortar ou criar vídeos de destaques. É isso o que o Quik faz muito bem, e percebemos que havia essa oportunidade de servir aos usuários de smartphones e outras câmeras de maneira significativa”, explicou Woodman.

Para isso, bastou fazer alguns “pequenos ajustes aqui e ali” no app da GoPro já disponível para dispositivos móveis, abrindo várias de suas funções para além das fotos e vídeos capturados com uma GoPro. Assim, não apenas estes usuários poderiam “tirar o melhor proveito” de suas capturas, mas qualquer pessoa com um celular na mão — ou seja, uma base de mais de 5 bilhões de dispositivos ativos ao redor do mundo, segundo um estudo da GSMA publicado em setembro de 2019.

“É nosso primeiro lançamento que não está ligado diretamente à venda de uma câmera, então a GoPro está muito animada em finalmente servir um grande número de pessoas além de quem comprou uma câmera da marca”, observou o executivo.

Foco em organizar as fotos

Quick permite ao usuário enviar fotos de qualquer lugar direto para o Mural (Imagem: Divulgação/GoPro)

Talvez a questão mais importante sobre o Quik é que o aplicativo tem como principal missão ajudar a organizar a grande quantidade de fotos e vídeos que o usuário registra todos os dias. Dá para criar murais para separar suas mídias, separando por eventos ou pessoas e animais de estimação, e como a seleção é manual, você coloca apenas os momentos que tiver gostado mais.

“O Quik torna simples e divertido o processo de dar sentido àquele grande número de fotos e vídeos que todos temos em nossos celulares”, explicou Woodman. “É uma maneira conveniente e rápida de acessar suas fotos. O Mural é meu recurso favorito no Quik porque não preciso mais ter medo de perder momentos importantes, já que estão todos no meu feed privado. É o aspecto emocionalmente mais satisfatório da minha experiência com o app”, descreveu o executivo.

O Quik também permite que assinantes sincronizem as mídias da GoPro direto na nuvem, além de oferecer a todos os usuários a habilidade de incluir fotos no mural diretamente de outros aplicativos. Você pode, por exemplo, salvar memes ou fotos de seus entes queridos direto do WhatsApp no mural sem precisar abrir o Quik.

Fácil para o todos os usuários

Quik cria clipes com fotos e vídeos e permite ao usuário editar e reconstruir a história (Imagem: Divulgação/GoPro)

Outro ponto importante é a facilidade de uso do Quik, que foi desenvolvido não apenas para ajudar profissionais do audiovisual como também para o usuário comum, que quer organizar suas fotos ou até compartilhar os momentos mais bacanas de uma festa de aniversário, por exemplo. Por isso o app pode criar vídeos com trechos de vídeos e fotos selecionados, compartilhável nas redes sociais e no WhatsApp.

“Assim como a GoPro, que é poderosa o bastante para o profissional, e simples o bastante para qualquer pessoa. É a mesma abordagem”, observou Woodman. “De um lado, você tem as ferramentas de edição gratuitas, porém limitadas, que já vêm no seu celular ou PC, e do outro, ferramentas de companhias como a Adobe e afins, que são poderosas, mas desenvolvidas para profissionais ou quem é muito apaixonado por criar conteúdo. A oportunidade para a GoPro e para o Quik está bem no meio, por ser uma ferramenta bastante poderosa para o dia a dia de qualquer usuário, ao mesmo tempo em que oferece funcionalidades avançadas para os profissionais”, explicou.

Além disso, o app não se resume a apenas organizar suas fotos e vídeos em um Mural. O Quik “permite traduzir uma grande quantidade de dados, de fotos e vídeos de uma maneira que seja gostoso de assistir”. Woodman usou como exemplo um fim de semana passado em família, no qual você registra várias fotos e grava vários vídeos.

“É muita coisa para você ficar olhando de um em um, mesmo que só você, imagine compartilhar isso com seus familiares. Com o Quik, você pode compartilhar todo esse conteúdo em um único evento no seu Mural, e o app vai criar um vídeo de cerca de um minuto, com música de fundo, de maneira que fica mais fácil ver cada momento daquele dia especial”, exemplificou o executivo.

App permite organizar fotos e criar vídeos (Imagem: Divulgação/GoPro)

Versão desktop

De acordo com Woodman, a empresa tem um longo cronograma de atualizações para o app, que pretende liberar a cada duas semanas. Já há alguns recursos em desenvolvimento, mas ele não quis revelar nenhum em primeira mão, exceto pela disponibilidade em mais dispositivos no futuro.

“Temos planos para desenvolver experiência desktop também, pois sabemos que há pessoas interessadas em fotografia e videografia que guarda esse conteúdo em um disco rígido em um computador, e por fim levar tudo isso a uma nuvem para ajudar o usuário a encontrar as mesmas mídias esteja onde estiver, seja o computador, celular ou tablet”, contou.

Woodman também revelou que a GoPro trabalha em uma ferramenta para facilitar a edição manual de vídeos. Lembrando que o Quik já faz um trabalho de junção de fotos e vídeos em um clipe sincronizado com música, e o usuário pode editar este vídeo quase à vontade, recriando algo novo a partir de uma sugestão do algoritmo do app.

Resposta brasileira surpreende

A GoPro também se mostrou surpresa com a ótima resposta que o público brasileiro deu ao Quik. A diretora sênior, relações públicas global e Community Marketing da GoPro, Kelly Baker, celebrou a recepção da comunidade do país ao novo aplicativo, com bom aproveitamento das novas funções.

“Sempre olhamos para a comunidade brasileira da GoPro como guerreiros da linha de frente no compartilhamento de conteúdo, e a recepção ao novo app evidencia isso, sejam usuários da GoPro ou não”, disse ela.

Woodman complementou, também em elogios ao público daqui. “O brasileiro é um povo apaixonado, e é legal ver como nossa marca é forte no país, e é muito significativo para nós vermos o público brasileiro abraçar tão bem nossos produtos e serviços”, encerrou.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.