Google vai atualizar apps após acusação de tentar driblar exigência da App Store

Por Felipe Junqueira | 06 de Janeiro de 2021 às 16h40
The Pancake of Heaven! / Wikimedia -CC
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google não teria atrasado as atualizações de aplicativos da App Store para escapar de uma nova regra da Apple que obriga desenvolvedores a listarem todo tipo de dados do usuário que são acessados pela aplicação. Ao menos é o que dá a entender um porta-voz da empresa, que de certa forma nega o que disse uma reportagem da última terça-feira, ao garantir que a empresa vai liberar atualizações em breve, respeitando a exigência da Maçã.

Tudo começou no final de novembro, quando a Apple anunciou aos desenvolvedores uma nova regra da sua loja de aplicativos. “A App Store em breve vai ajudar os usuários a entenderem as práticas de privacidade antes de baixarem um aplicativo da plataforma. Em cada página de produto, usuários poderão aprender sobre os tipos de dados que podem ser coletados, e se esses dados são vinculados a eles ou usados para rastreá-los”, dizia o aviso.

A regra passou a valer no dia 8 de dezembro, e curiosamente o Google enviou as últimas atualizações da maior parte de seus apps para a Apple um dia antes. Isso levantou dúvidas sobre a Gigante das Buscas ter procurado um meio de driblar a nova exigência da Maçã, já que faz quase um mês que a companhia não envia updates de seus aplicativos para iOS.

Driblando as regras?

O site TechCrunch entrou em contato com o Google para questionar reportagem de outro veículo, o site Fast Company, que afirmava que a Gigante das Buscas tentava driblar as novas regras da Apple ao não enviar mais atualizações de seus aplicativos para a loja da Maçã. Segundo um porta-voz da empresa, os rótulos de privacidade serão adicionados aos apps do Google em breve.

A demora pode estar relacionada às festas de fim de ano. Como a Apple exige o envio antecipado de atualizações para analisar o código antes de liberar o download na App Store, a Gigante das Buscas pausou os updates para que seus desenvolvedores não tivessem o risco de perder o descanso para fazer alguma correção urgente no código em meio às folgas do final de dezembro.

Além disso, segundo uma consulta ao Sensor Tower, necessária uma vez que o Google possui mais de 100 aplicativos publicados na App Store, a empresa enviou atualizações para dois apps de iOS após o prazo de 8 de dezembro. O Google Slides foi atualizado em 14 de dezembro, enquanto o Socratic by Google recebeu update no dia seguinte. Nenhuma das duas incluía rótulos de privacidade.

A própria App Store “fechou” para os desenvolvedores entre 23 e 27 de dezembro. Além disso, o Google não está sozinho na lista de gigantes da tecnologia que ainda não atenderam aos novos requisitos da plataforma de apps da Maçã: Amazon e Pinterest também não soltaram a lista de uso de dados do usuário de seus aplicativos.

Em contato com a publicação gringa, um porta-voz do Google confirmou que a empresa vai liberar os rótulos de privacidade de seus apps na App Store em breve. As primeiras atualizações ainda não têm data exata para ocorrer, mas deve ser nesta semana ou na próxima.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.