Google Meet adiciona modo para economizar bateria e dados no celular

Google Meet adiciona modo para economizar bateria e dados no celular

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Abril de 2021 às 13h20
Google

Após a explosão de popularidade dos aplicativos de videoconferência, impulsionado pelo isolamento social, o Google tem trabalhado para levar aprimoramentos aos usuários do Meet. A novidade agora é uma nova configuração para permitir estabelecer um limite de uso de dados no Android e iOS.

Esta opção vai baixar a qualidade do vídeo e do áudio durante uma conferência para adequar às condições da rede. Atualmente, o Meet ajusta o dispositivo, a rede e as configurações para fornecer a “melhor experiência possível”, por isso há casos onde o consumo pode ser elevado.

A novidade deve ajudar a reduzir o uso de dados, o que é importante para quem usa planos limitados, e maximizar a vida útil da bateria. Menos qualidade de som e vídeo significam menos processamento do celular e isso tem forte impacto na duração da carga. É uma boa opção para quem precisa fazer uma reunião por vídeo fora de casa, enquanto se desloca ou em um local sem internet rápida.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Com a redução do consumo de recursos, o aparelho terá mais memória disponível para rodar outros aplicativos simultaneamente. Pode ser útil para quem tem um smartphone mais modesto e que pode travar ao rodar muita coisa junta.

Como ativar o modo de economia do Google Meet

Passo 1: Clique no menu de três traços, no canto superior esquerdo;

Passo 2: Procure por “Configurações” e pressione o botão;

Passo 3: Marque a opção “Limitar uso de dados”.

(Imagem: Divulgação/Google)

Para voltar ao normal, é só desativar a opção de economia de dados e o Meet retorna com a oferta do excelente serviço de sempre.

É importante reforçar que a economia de dados vai influenciar apenas na exibição do seu aparelho, sem qualquer prejuízo para os demais participantes da reunião. Por isso, pode usar despreocupado.

O Google tinha planos para limitar o uso do Meet para o ambiente corporativo, de modo similar ao que faz o Zoom — reuniões mais curtas, número máximo de assinantes e outras. Mas, em razão da pandemia de COVID-19, a empresa decidiu adiar os planos para oferecer às pessoas alternativas gratuitas e funcionais. A tática, além de ter ajudado milhões de usuários em todo o mundo, ajudou a tornar o sucessor do Google Hangout a se popularizar.

O serviço começa a ser liberado hoje e deve ser concluído nos próximos 15 dias. Se você não consegue visualizar a opção ainda, é recomendado atualizar o app e aguardar mais alguns dias — caso o update não apareça, o jeito é esperar até desembarcar na App Store ou na Play Store.

Fonte: Google  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.