Google Maps agora mostra a incidência de COVID-19 em países, estados e cidades

Por Ramon de Souza | 23 de Setembro de 2020 às 21h40
Divulgação: Google
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google acaba de anunciar uma novidade bem interessante para o seu produto Maps: a partir de agora, o aplicativo vai informar a concentração de casos de COVID-19 em uma proporção de quantidade a cada 100 mil pessoas. A informação será oferecida como uma “camada” de visualização adicional, tal como já funcionam os filtros de trânsito e de ciclovias, por exemplo.

Embora a incidência da doença seja informada de forma numérica, também será possível distinguir rapidamente os locais com mais casos por zonas de calor de diferentes cores — quanto mais vermelha estiver a área, maior é a quantidade de indivíduos infectados. De acordo com o Google, as estatísticas são oriundas das mais variadas fontes, incluindo veículos de mídia e organizações de saúde do mundo inteiro.

Imagem: Divulgação/Google

“Ao abrir o Google Maps, toque no botão de camadas no canto superior direito da tela e clique em ‘COVID-19 info’. Você verá uma média de sete dias de novos casos COVID por 100 mil pessoas para a área do mapa que você está olhando e um rótulo que indica se os casos estão aumentando ou diminuindo”, explica a companhia.

O recurso deve funcionar em todos os 220 países nos quais o Google Maps está disponível e aborda níveis nacionais, estaduais e municipais. Isso significa que será possível distinguir as taxas de infecção até mesmo em relação às cidades vizinhas, algo muito útil para planejar uma viagem, por exemplo. A novidade vem sendo distribuída gradualmente ao longo desta semana.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.