Google aposenta FloC e anuncia API Topics, a nova alternativa aos cookies

Google aposenta FloC e anuncia API Topics, a nova alternativa aos cookies

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Janeiro de 2022 às 11h30
Reprodução/WPism

Nesta terça-feira (25), o Google anunciou a API Topics, uma ferramenta que permitirá identificar o perfil de consumo do usuário sem precisar de processamento na nuvem. Pensada para substituir os cookies, a novidade tem como finalidade o direcionamento de publicidade online, sem violar a privacidade do público.

A API Topics faz parte da iniciativa Privacy Sandbox, cujo objetivo é assegurar discrição aos dados de usuários na web, sem que isso interfira significativamente na receita de editores, criadores, desenvolvedores e anunciantes. Para o Google, é importante garantir que o usuário tenha amplo controle sobre os próprios dados, inclusive de decidir com quem eles devem ser compartilhados.

A API Topics permitirá que o usuário controle quais temas tem interesse ou não em receber publicidade (Imagem: Reprodução/Google)

Em vez de usar o poder da nuvem para definir os padrões de consumo dos usuários, a API Topics reduz o escopo desse processo para caber no próprio computador — é tudo feito pelo navegador, na verdade. A ferramenta servirá para definir quais temas são do interesse do usuário com base no histórico de navegação, sem precisar mandar dados para o Google.

Com o Topics, o Google consegue identificar temas como “Fitness”, “Viagem”, “Quadrinhos e animação” e “Esportes” a partir dos hábitos do usuário e, com eles, puxar da internet anúncios e conteúdos mais interessantes. Futuramente, o usuário poderá até ter controle sobre quais temas são interessantes ou não nas configurações do navegador.

A API Topics substitui o FLoC

No anúncio, o Google esclarece que a API Topics surge dos comentários e discussões acerca do FLoC (Federated Learning of Cohorts). A alternativa aos cookies foi amplamente criticada por autoridades de proteção de dados e navegadores concorrentes, tanto por não proporcionar privacidade verdadeira aos usuários quanto por concentrar o poder de decisão nas mãos da Gigante das Pesquisas.

Com a API Topics, os dados de usuários não são processados em servidores do Google, mas sim no próprio navegador (Imagem: Reprodução/Firmbee.com/Unsplash)

Diferente da API Topics, o FLoC se baseava em coortes para traçar perfis de consumo, isto é, aglomerados enormes de dados de usuários segmentados por interesses. A partir dele, seria possível traçar idade, sexo, classe social, formação acadêmica e hobbies para otimizar o direcionamento de publicidade, algo que, na prática, não seria tão distante dos tradicionais cookies.

Além disso, a nova iniciativa não tratará temas delicados, como gênero, raça ou orientação sexual, para direcionar publicidade. A medida serve para não gerar discriminação por parte dos anunciantes, bem como minimizar a chance de assédio online por meio de propaganda.

Quando a API Topics será lançada?

Os testes com a API Topics serão iniciados em breve — inicialmente no Chrome. Nesta primeira fase, serão disponibilizados os controles de interesses de usuários e as ferramentas para a implementação da novidade em sites, coisa que servirá também para observar a flutuação de receita e a reação de anunciantes.

Este período será importante para aprimorar a API a partir de comentários de desenvolvedores e marcas, portanto, algumas coisas ainda podem mudar. Futuramente, segundo o Google, a API será disponibilizada no Chromium (motor que alimenta rivais como o Microsoft Edge) e para navegadores concorrentes, que serão livres para implementar a ferramenta como quiserem.

Por enquanto, não existe previsão para a implementação da API Topics, mas as mudanças serão evidentes nos navegadores envolvidos. Mais informações sobre a novidade podem ser conferidas no repositório oficial do Topics no GitHub.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.