Files do Google ganha pasta de favoritos e prepara mais novidades; confira

Files do Google ganha pasta de favoritos e prepara mais novidades; confira

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Março de 2021 às 12h35

O app de gerenciamento de arquivos Files do Google recebeu um novo recurso na mais recente atualização. Descoberta em agosto de 2020, numa investigação dentro do código do app, as novidades incluem uma pasta de “Favoritos” e linhas de código que antecipam adições dos próximos updates.

A pasta especial se une à Pasta Segura, esta destinada à compressão e proteção de arquivos por senha. O local é destinado ao armazenamento das pastas consideradas importantes ou frequentemente acessadas, facilitando o caminho para cada uma delas ao fixá-las na seção “Coleções”, na página principal do app.

(Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Para conferir a novidade, é necessário atualizar o aplicativo para a versão mais recente — que está sendo distribuída gradativamente, como de costume. Com o app atualizado, a pasta “Favoritos” vai aparecer junto da nova opção “Adicionar aos favoritos” no menu de opções rápidas quando uma pasta ou arquivo for selecionado. Vale lembrar que adicionar um arquivo à pasta especial não o move para uma nova pasta, mas apenas o destaca nas "Coleções". Aí, tal item fica identificado com uma pequena estrela e não será removido pelo sistema de limpeza automática de memória.

Mudanças visuais no forno

A mais recente atualização não introduz qualquer alteração visual para a interface do app, mas prepara parte do código para adicionar uma nova tela de monitoramento do armazenamento interno.

Segundo o XDA Developers, a nova seção não é muito diferente da aba “Armazenamento” pertencente ao menu de Configurações do Android puro. Entretanto, garante acesso facilitado pelo próprio explorador de arquivos — algo que harmoniza com a proposta inicial do aplicativo.

"Armazenamento" das configurações do Android à esquerda, nova seção do Files à direita. (Imagem: Reprodução/XDA Developers)

Ademais, o código do app sugeriu que a análise de fotografias será reforçada com algoritmos responsáveis pela identificação de fotos borradas. Assim como já faz com fotografias “duplicadas”, o Files dedicaria uma seção para exclusão de capturas desfocadas para poupar espaço na memória.

Por fim, o Google deve dar fim à ferramenta de compartilhamento de arquivos proprietária do Files e substituí-la por acesso mais rápido ao “Nearby Share”, recurso de transferência de dados por proximidade análogo ao AirDrop, da Apple. Para esses demais recursos, não há previsão para lançamento, mas a presença do algoritmo sugere que não levará muito tempo para chegar na versão estável.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.