Documentos de Word e Excel poderão ser editados no Google Docs também no Android

Por Rubens Eishima | 06 de Agosto de 2020 às 12h29
Google
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google anunciou uma série de novidades para seu pacote de aplicativos de produtividade. Uma das principais mudanças é a possibilidade de editar os arquivos do Microsoft Office — Word, Excel e PowerPoint — diretamente nos aplicativos Documentos, Planilhas e Apresentações no Android.

A edição dos arquivos nos formatos da Microsoft já estava disponível nos mesmos serviços pelo navegador no PC desde a metade do ano passado. Segundo o Google, dentro das próximas semanas, os usuários dos apps no Android poderão editar os documentos, planilhas e apresentações sem precisar converter os arquivos. O recurso deve chegar ao iOS até o final do ano.

O Google anunciou ainda que o recurso de sugestões automáticas de palavras do Google Docs, já lançado na versão web do serviço, também será oferecido no aplicativo para celular.

Todas as novas ferramentas, porém, por enquanto estão disponíveis apenas para a língua inglesa e somente nas contas G Suite Basic, Business e Enterprise (as versões empresariais dos serviços Google), sem previsão de chegada aos usuários de contas pessoais.

App em inglês dará sugestões automáticas de palavras (imagem: Google)

O anúncio do Google confirmou ainda a disponibilidade do modo escuro para os aplicativos no Android, que já estava ativado para alguns usuários nas últimas semanas. A opção chegará aos apps para iPhone “nos próximos meses”, informou a companhia.

Prévia de links chega ao GSuite (imagem: Google)

Por fim, o Google divulgou que as prévias de links exibidas ao editar documentos no navegador do PC serão oferecidas também no aplicativo para celular. Informações sobre o endereço serão mostradas como um cartão no rodapé da tela, listando título, descrição, autor e até uma miniatura da página ou documento interligado no texto. O recurso já está disponível no app para iOS e chega nas próximas semanas ao Android, segundo a empresa.

Fonte: Google  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.