Como usar o chat do Facebook no seu celular sem baixar o app do Messenger

Por Redação | 13 de Agosto de 2014 às 09h15

Se você tem o costume de usar o Facebook pelo tablet ou smartphone, certamente já deve ter reparado mudanças no app Messenger. A partir de agora, ele é o mensageiro oficial da plataforma de Mark Zuckerberg nos dispositivos móveis. E não tem jeito: caso você queira conversar com algum amigo seu da rede social pelo celular, será obrigado a instalar o aplicativo no seu gadget.

Apesar de muita gente criticar o Facebook Messenger, principalmente comparando a ferramenta com outros serviços de bate-papo, como o WhatsApp e o próprio chat do Facebook, já explicamos que ele não é nenhum bicho de sete cabeças - embora a polêmica das permissões no Android seja um item a ser levado em consideração. No entanto, para você que não quer de jeito nenhum ser forçado a fazer essa migração, existe uma alternativa para driblar essa obrigatoriedade. Então vamos lá.

A dica é usar o chat do Facebook pelo navegador do seu smartphone, e não pelo app oficial. Você acessa a rede social pelo browser, digita sua senha e pronto, é só começar a utilizar a função. Como essa versão do Facebook é baseada na versão para desktops, a interface é praticamente a mesma da versão do site para PCs, o que não deve dificultar sua utilização. Além disso, usar o Facebook pelo navegador consome menos bateria do que pelo aplicativo oficial da empresa, então uma outra dica é favoritar a página do chat para facilitar o acesso na hora de conversar ou responder alguém da sua lista de contatos.

Facebook Messenger

Abra o Facebook pelo navegador do seu celular e adicione-o aos favoritos para faciltar o acesso. (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)

Fora isso, você só tem mais uma opção: usar o app do Facebook Messenger, especialmente se você utiliza o bate-papo da rede social com uma certa frequência.

Entendendo a migração

A mudança do chat do Facebook para o Messenger foi anunciada por Zuckerberg em novembro de 2013 sob a justificativa de que os chats dentro da plataforma são uma das funções mais utilizadas da rede. O problema é que, segundo o CEO, a ferramenta dentro do aplicativo móvel do Facebook era vista como uma opção secundária e fora de destaque. Por isso, a ideia é dar mais visibilidade às conversas (privadas e em grupos) colocando-as em um app unicamente para esse objetivo: conversar.

Segundo a companhia, o Messenger é a ferramenta ideal para conversar devido a sua simplicidade e rapidez - ele funciona em velocidade 20% maior do que o app tradicional da companhia - e, pelo menos por enquanto, a separação dos dois serviços só irá afetar usuários do app no iPhone e no Android. "Como dissemos, nosso objetivo é focar os esforços da nossa equipe de desenvolvimento no Messenger para garantir que seja a melhor experiência mobile de chat", disse o Facebook em comunicado oficial.

O Facebook Messenger possui atualmente mais de 200 milhões de usuários que enviam 12 bilhões de mensagens por dia através do aplicativo. Aqui no Brasil, ele é o segundo app de mensagens mais usado, presente em 49% dos smartphones, segundo um levantamento da empresa de pesquisas OnDevice publicado em novembro do ano passado. O mesmo relatório constatou que em primeiro lugar está o WhatsApp, que também pertence ao Facebook, com 72% de presença nos celulares inteligentes do país.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!