Como usar o cartão virtual do Nubank

Como usar o cartão virtual do Nubank

Por Kris Gaiato | Editado por Bruno Salutes | 28 de Julho de 2021 às 17h50
Reprodução/Nubank

O Nubank (Android l iOS), assim como outras fintechs e instituições bancárias, permite que os clientes solicitem um cartão virtual, além da versão física. Para ter acesso à função, é preciso ter sido aprovado para receber um cartão de débito e/ou crédito. Você pode ter o roxinho e não possuir a modalidade digital, mas situação inversa não é possível — mesmo que haja uma certa independência entre os cartões.

O cartão virtual apresenta algumas particularidades e, a principal delas, é o foco em transações online. O roxinho digital, como você pode imaginar, está disponível apenas no aplicativo do banco. Em outras palavras, isso significa que ele não pode ser utilizado em compras físicas. Abaixo, explicamos melhor como usar o cartão virtual do Nubank e entenda melhor as suas características.

Qual a diferença para o cartão físico?

A modalidade virtual está disponível para as funções de débito e crédito. (Imagem: Divulgação/Nubank)

Como medida de segurança, os cartões não compartilham o mesmo número, validade ou ainda o código de segurança (CVV). Além disso, não é possível tocar no cartão virtual — essa característica pode parecer óbvia demais para ser citada, mas é justamente por conta dela que a modalidade fica restrita às compras online, como citado anteriormente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outra particularidade que merece destaque é a possibilidade de exclusão e bloqueio. Com isso, o usuário pode interromper as funções a qualquer momento — o que é muito útil quando o titular desconfia de alguma fraude. Assim, com o virtual do Nubank, há mais controle sobre a segurança das transações. Apesar disso, ao contrário do cartão temporário do Itaú, ele pode ser utilizado para compras recorrentes, já que seus dados não mudam periodicamente.

Os cartões, embora tenham um certo nível de independência, compartilham o mesmo limite na função crédito. Desse modo, se você fizer uma compra de R$ 400 em qualquer uma das modalidades e o seu limite é R$ 1.200, o crédito geral cairá para R$ 800. Outro ponto de convergência é a fatura: todas as compras ficam concentradas em um só lugar.

Vantagens do cartão virtual do Nubank

Ao explicar as diferenças entre o cartão físico e virtual é quase inevitável abordar também as suas vantagens. No entanto, gostaríamos de destacar dois pontos importantes.

Além de todos os benefícios já abordados, a versão online possibilita que o cliente, uma vez aprovado para utilizar o cartão de débito ou crédito, habilite a função antes mesmo de receber o cartão físico em casa.

Outro benefício é que, em caso de problemas com o roxinho, como furto ou roubo, a modalidade virtual continua funcionando normalmente. Desse modo, você pode continuar realizando compras virtuais.

Como ativar e usar o cartão virtual do Nubank?

Passo 1: acesse o aplicativo do Nubank e, na tela inicial, toque na aba “Meus cartões”;

O aplicativo do Nubank tá de cara nova e as funções mudaram de posição. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 2: logo de cara, você verá o botão dedicado à criação do cartão virtual. Para começar, toque no botão “Criar virtual”, à direita da tela;

Na mesma aba, você consegue acessar os dados do seu cartão físico. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 3: o aplicativo exigirá que você informe a senha de 4 dígitos do seu cartão físico. Forneça o código e prossiga;

Com a criação da versão digital, ela será listada ao lado do seu roxinho. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 4: na próxima tela, você verá uma aba dedicada ao cartão físico e ao recém-criado cartão virtual. Para acessar os dados do roxinho digital e suas opções de configuração, toque sobre ele;

Lembre-se: a senha do seu cartão virtual é a mesma do físico. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 5: com isso, você verá o número do cartão, o nome do titular, a validade, o código de segurança (CVC) e as funções, que idênticas às funções do cartão físico. Role a tela para verificar as ferramentas disponíveis;

O Nubank oferece basicamente duas ferramentas dedicadas ao cartão virtual. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 6: ao final da página, você verá dois botões, “Bloquear” e “Configurar”;

Note que, como citado, os dados do virtual são totalmente distintos do roxinho. Isso, segundo o Nubank, é uma medida de segurança. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 7: com o primeiro comando, você pode bloquear o seu cartão temporariamente. Com isso, o Nubank não aprovará nenhuma conta com ele — o que inclui assinaturas que você tenha feito;

Caso queira bloquear o cartão virtual temporariamente — para facilitar a economia de dinheiro, por exemplo — é possível habilitá-lo depois com o mesmo comando. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Passo 8: em “Configurar”, é possível excluir o cartão e, por consequência, impedir que novas compras sejam realizadas com ele. Caso você queira excluir o seu roxinho digital, saiba que o app permite que você habilite um novo cartão logo em seguida. Essa prática, inclusive, é altamente recomendada para manter a segurança dos seus dados.

Para proteger os seus dados, apague e crie um novo cartão virutal periodicamente. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Pronto! Agora você sabe como usar o cartão virtual do Nubank, suas vantagens e diferenças em relação ao roxinho físico.

Fonte: Nubank

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.