Android 13 será mais rígido com apps baixados de fontes desconhecidas

Android 13 será mais rígido com apps baixados de fontes desconhecidas

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 05 de Maio de 2022 às 11h04
Kham Tran/Visualhunt

O Android 13 será ainda mais rígido com aplicativos baixados de fontes desconhecidas. Uma recente descoberta mostrou que o sistema operacional não permitirá que programas baixados fora de lojas oficiais acessem a Accessibility API, um conjunto de ferramentas internas do SO pensadas para viabilizar o uso de funções de acessibilidade, mas poderosa o suficiente para abrir brechas para malwares.

Essa restrição, porém, nem é uma surpresa tão grande: recentemente, o Google demonstrou atenção aos acessos indevidos dessa API ao cortar de vez a utilização dela por apps que gravam ligações. A decisão desagradou a comunidade de desenvolvedores por parecer um tanto arbitrária, já que abre exceções para apps de fabricantes e do próprio Google.

A Accessibility API estará bloqueada por padrão para apps baixados em fontes desconhecidas (Imagem: Reprodução/Esper)

A Accessibility API é um importante padrão para controle do sistema operacional — por isso, ela seria tão importante. Ela é utilizada por ferramentas como o TalkBack, um leitor de tela nativo do Android, mas também garante outras facilidades para promover acessibilidade.

Porém, nem todo aplicativo precisa que ela seja habilitada e, às vezes, essa API é utilizada como forma de contornar limitações do SO — como é o caso dos apps gravadores. Quando o programa é baixado por fontes desconhecidas, não se sabe exatamente o que está contido nele e, por isso, o Google optou por restringir o acesso à interface.

Somente para apps de fontes desconhecidas

Contudo, fique tranquilo: a restrição não se aplica a todos os downloads fora da Play Store. Como ressalta o site Esper, o limite só atinge apps baixados por fontes desconhecidas — um APK baixado por um site qualquer, por exemplo. Lojas alternativas de boa credibilidade ainda podem distribuir apps com acesso aos recursos internos.

Quando detectado um app de fonte desconhecida, o processo de concessão de permissões será interrompido pelo aviso do sistema. “Permissão restrita. Para sua segurança, essa configuração não está disponível”, explica o alerta. Não há o que fazer senão apertar “OK”.

O Google explica que o processo de verificação de fonte de download acontece durante a instalação e que essa função deve, de fato, chegar ao Android 13.

Quando lança o Android 13?

Atualmente em sua primeira versão beta, o Android 13 segue sem previsão de lançamento. Entretanto, se tudo der certo e o Google seguir a tradição, o sistema deve ser liberado entre setembro e outubro deste ano.

Fonte: Esper

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.