Adobe Premiere Pro recebe suporte completo para processadores Apple M1

Adobe Premiere Pro recebe suporte completo para processadores Apple M1

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Julho de 2021 às 13h30
Reprodução/Adobe

A Adobe finalmente lançou o Premiere Pro para computadores e notebooks Apple com o processador M1. Depois de passar por testes desde dezembro, o suporte expandido finalmente alcança o grande público em versão estável e promete inicialização 50% mais rápida.

Os dispositivos que carregam o Apple M1 podem rodar programas construídos para componentes x86, da Intel, mas o método não é ideal. Para extrair o máximo de desempenho possível, os softwares precisam ser atualizados pelos desenvolvedores — e um dos apps que estava nesse processo até agora era o Adobe Premiere.

Transcrição automática é um dos recursos que chegam na mesma atualização que dá suporte ao Apple M1 (Imagem: Reprodução/Adobe)

Editar vídeo é uma das funções mais importantes para produtores de conteúdo e ter acesso às ferramentas de onde estiver é crucial para os donos de Mac e Macbook de última geração. O Adobe Premiere se junta a outros softwares do ecossistema da desenvolvedora no suporte oficial à arquitetura ARM dos novos processadores, incluindo Lightroom (lançado em dezembro), Photoshop (março), Illustrator e InDesign (junho).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Junto ao Premiere Pro, chegam também versões adaptadas dos programas Character Animator e Media Encoder, também da Adobe. Quanto ao editor de vídeo, novidades como a transcrição automática e personalização de legendas também estão no pacote da atualização.

A versão completa do Premiere Pro para os processadores Apple M1 está contida na compilação 15.4. Entretanto, alguns recursos ainda estão indisponíveis nessa alternativa, como a exportação em Wraptor DCP e sincronização de configurações com o Adobe CC. Neste caso, se eles forem importantes para você, ainda é necessário recorrer ao Premiere Pro emulado com Rosetta2.

No mais, o Adobe After Effects também está a caminho dos processadores ARM. A desenvolvedora anunciou que o primeiro beta público da ferramenta será liberado ainda este ano.

Fonte: Adobe (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.