Programador leva temas dinâmicos do Android 12 para versões alternativas do SO

Programador leva temas dinâmicos do Android 12 para versões alternativas do SO

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Junho de 2021 às 16h06
Divulgação/Google

Um dos recursos de personalização mais aguardados do Android 12 é o tema dinâmico. Esse componente da Material You, a nova linguagem de design para o ecossistema Google, não seria exclusiva para o sistema operacional, mas aplicaria efeitos sobre vários aplicativos nativos. Contornando a possível exclusividade da linha de smartphones Pixel, o desenvolvedor da custom ROM ProtonAOSP recriou a extração de cores para implementar em seu sistema.

A implementação vem do profissional conhecido no Twitter como @kdrag0n. Ele foi responsável por várias descobertas acerca do Android 12 desde as Developer Preview, antes da fase beta, por meio de engenharia reversa. Agora, ele usou a sua expertise em programação para criar uma alternativa bem parecida com a versão do Google, mas sem se apropriar do código e APIs da gigante.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ele comenta que a sua criação não está perfeita, mas está bem semelhante ao estado do tema dinâmico no Android 12 Beta 2, a versão mais recente do SO. O projeto de @kdrag0n está sob a licença do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), em código aberto para avaliação e colaboração de outros programadores.

Tema dinâmico feito pelo programador levaria o recurso para celulares com Android 11 (Imagem: Reprodução/kdrag0n)

O tema dinâmico do ProtonAOSP será lançado junto ao Android 12. O criador recomenda que os interessados apliquem o recurso sobre distribuições customizadas do sistema do robozinho, sem entrar em detalhes de quais exatamente. Portanto, é necessário ter um bom conhecimento em informática para aplicar o efeito.

Graças a sua licença do MIT, até mesmo fabricantes de dispositivos podem adotar o tema personalizado em seus aparelhos e colaborar com a criação do programador. Sendo assim, desenvolvedores de distribuições alternativas do Android podem aproveitar o código para dar o pontapé em suas próprias soluções.

(Imagem: Reprodução/kdrag0n)

Em paralelo, @kdrag0n afirma estar trabalhando com bibliotecas de Kotlin e Dart para permitir que aplicativos de terceiros possam implementar a extração de cores em suas interfaces. Se quiser conferir mais informações sobre o projeto, dê uma olhada no repositório do kdrag0n no Github.

Fonte: kdrag0n

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.