Android 11 Go promete mais segurança e desempenho até 20% melhor aos basicões

Android 11 Go promete mais segurança e desempenho até 20% melhor aos basicões

Por Rubens Eishima | 10 de Setembro de 2020 às 16h02
Google

Versão especial do Android para celulares básicos, a edição Go teve suas novidades anunciadas pelo Google nesta quinta-feira (10). A empresa divulgou que a atualização oferece uma abertura de apps 20% mais rápida que a versão 10, além de trazer melhorias de segurança e compatibilidade com um número maior de aparelhos.

A edição Go traz muitas das novidades introduzidas pela versão regular do sistema. O Google destacou, por exemplo, a nova área de notificações dedicada à troca de mensagens em diferentes aplicativos, por exemplo WhatsApp e Telegram.

Os reforços de segurança do Android 11 também foram incluídos na edição Go, com mais controle para o usuário definir permissões aos apps a recursos como microfone, câmera e localização, incluindo a opção de liberar tais acessos apenas uma vez.

O “prazo de validade” de permissões também foi herdado do sistema completo, exigindo que o usuário libere novamente o uso de uma função do aparelho para apps que não são usados há muito tempo.

Edição Go ocupa menos espaço no celular e exige menos da memória e processador (imagem: Google)

A tendência de telas maiores nos celulares também chegou ao Android Go, com o sistema aproveitando melhor a área útil dos aparelhos. Entre as novidades relacionadas listadas pelo Google estão os novos gestos de navegação no sistema, facilitando a troca de aplicativos.

Mais RAM

Falando em troca de apps, o Android Go passará a ser oferecido em aparelhos com 2 GB de RAM. A decisão ajudará os fabricantes a incluírem suporte a mais recursos nos aparelhos, como leitores de digitais — ainda de fora de muitos modelos básicos — e conjunto fotográficos com mais de uma câmera, em moda também entre os celulares de entrada.

O Google anunciou ainda que o sistema padrão consome menos memória, cerca de 270 MB, permitindo que os novos modelos com 2 GB possam manter três ou quatro apps abertos em segundo plano. Isso evita que o Android tenha que removê-los da memória RAM, o que aumenta o tempo gasto ao alternar entre diferentes programas.

A criadora do Android não informou quais aparelhos devem receber a atualização, mas divulgou que o novo sistema estará disponível a partir do próximo mês em novos modelos, sem revelar maiores detalhes.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.