WWDC 2019 | Mais informações sobre o que a Apple apresentará no evento de junho

Por Natalie Rosa | 22 de Maio de 2019 às 20h20
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A WWDC 2019, conferência anual de desenvolvedores da Apple, começa em junho e já sabemos um pouco do que será apresentado por lá entre novidades para macOS, iOS e watchOS. Agora, temos mais informações sobre o evento.

Em relação à assistente pessoal Siri, os desenvolvedores poderão adotar as funções de reprodução de mídia, pesquisa, chamadas de voz, emissão de ingressos para eventos, anexos de mensagens, viagens de trem, voos, portão de aeroporto e informações de assento.

Desenvolvedores de iOS terão acesso a novas APIs que permitem aos seus aplicativos UIKit se integrar a recursos específicos do Mac, como a Touch Bar e barra de menus, incluindo atalhos de teclado, e também contarão com a possibilidade de abrirem múltiplas janelas.

Aplicativos com Split View para iOS poderão ser redimensionados arrastando o divisor, redefinindo sua posição após o toque duplo no mesmo.

WWDC 2018 (Imagem: Reprodução)

Plataformas com suporte para realidade aumentada vão ganhar melhorias significantes neste ano, como a possibilidade de detectar poses humanas. Para desenvolvedores de jogos, o sistema operacional será capaz de suportar controles com touchpads e headsets estéreo para realidade aumentada.

A chegada de um novo framework vai permitir aos desenvolvedores ter muito mais controle sobre o Taptic Engine que, hoje, oferece um conjunto pequeno de estilos de feedback para desenvolvedores de terceiros. Chegam também novas funcionalidades para a inclusão de visualização de links em aplicativos, semelhante a como é feito nas conversas do iMessage.

Com a capacidade de leitura de tag ISO7816, FeliCa ou MiFare, o NFC também terá melhorias. Atualmente, é feita a leitura de aplicativos de terceiros somente de tags formatadas como NDEF.

WWDC 2018 (Imagem: Reprodução)

Já com a chegada de uma nova versão do CoreML, os desenvolvedores poderão fazer a atualização de seus modelos de aprendizado de máquina no dispositivo Apple, permitindo que os aplicativos alterem seus comportamento conforme os modelos de ML aprendem com as ações do usuário. Uma nova API vai permitir análises de som com o aprendizado de máquina.

O framework Vision contará com um classificador de imagens integrado, sem que haja a necessidade da incorporação de um modelo de aprendizado de máquina.

O recurso de digitalização de documentos, que está disponível em algumas partes do iOS, logo chegará para desenvolvedores de terceiros com uma nova estrutura pública. Graças a uma nova API, os aplicativos poderão capturar fotos de dispositivos externos, como câmeras e cartões SD, sem precisar usar o aplicativo nativo Fotos.

No Mac, aplicativos poderão oferecer extensões de provedores de arquivo, melhorando a integração com o Finder, e com uma nova API, os desenvolvedores poderão a usar para escrever drivers de dispositivos.

Na edição de 2019 da WWDC, que acontece no dia 3 de junho, a Apple deve revelar oficialmente o iOS 13, tvOS 13, macOS 10.15 e o watchOS primeiramente na versão beta para os desenvolvedores, chegando ao público geral em setembro.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.