Windows 11 tem mais um bug em programa clássico que virou "ponto fraco"

Windows 11 tem mais um bug em programa clássico que virou "ponto fraco"

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 03 de Novembro de 2021 às 10h25
Igor Almenara/Canaltech

O problema de vazamento de memória do Explorador de Arquivos do Windows 11 já foi amplamente difundido pela web, desde a descoberta após o lançamento oficial do sistema em outubro. Parece, porém, que ele não é o único bug que afeta o SO: o menu de contexto, aquele aberto pelo botão direito do mouse, está bem lento em alguns computadores.

No novo sistema, o menu de contexto para as áreas mais comuns do Explorer foi totalmente retrabalhado. Vários botões de atividades comuns, como recortar, colar e copiar, foram reposicionados como simples ícones e o tamanho do balão se ajusta conforme a quantidade de opções disponível.

Menu de contexto tende a abrir incompleto (ou nem abre) em computadores mais lentos (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Contudo, do clique com o botão direito do mouse à abertura do menu, o sistema costuma levar de um a dois segundos. O inconveniente tende a ser mais recorrente (e evidente) em PCs mais fracos, o que joga fora toda a sensação de agilidade do SO e pode facilmente passar a ideia de que o computador está lento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Relatos recolhidos pelo site Windows Latest descrevem que a seção às vezes aparece reajustando o tamanho de botões já em exibição na tela — isso quando não resolve simplesmente não abrir, quando clicado em alguns arquivos.

Mesmo quando lotado, o Win 10 fazia melhor

Isso tendia a não acontecer no Windows 10, mesmo quando o menu de contexto tradicional aparecia lotado de interações por programas baixados no PC. Vale ressaltar que a seção do sistema antigo ainda está disponível no SO mais recente, através do clique na opção “Mostrar mais opções”.

Felizmente, há uma correção para a falta de agilidade em desenvolvimento e testadores do Windows Insider já podem experimentá-la. Não existe, porém, previsão para o lançamento da solução para o público geral, mas é bom torcer que seja em breve, já que o senso de que o sistema é “pesado” pode convencer um usuário a retroceder a atualização.

Fonte: Windows Latest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.