Qual é a diferença entre usuário padrão e administrador no Windows 10?

Qual é a diferença entre usuário padrão e administrador no Windows 10?

Por Kris Gaiato | Editado por Bruno Salutes | 21 de Julho de 2021 às 14h00
Alveni Lisboa/Canaltech

O Windows 10 possui diferentes perfis de usuário que servem a propósitos específicos e, por consequência, possuem características distintas. Essa classificação se reflete sobretudo nas permissões que cada perfil possui no sistema operacional.

Aliás, é justamente por conta disso que algumas pessoas se deparam com o aviso “Você não tem permissão para...” — que, em determinadas situações, pode ser bastante frustrante. Para entender melhor o funcionamento da sua máquina, é indispensável conhecer a diferença entre o usuário padrão e administrador do Windows 10.

O que é uma conta de usuário?

(Imagem: Divulgação/Windows/Unsplash)

Antes de destrincharmos as diferenças entre as contas disponíveis no sistema operacional, é necessário tocar em uma questão anterior: o conceito de conta de usuário no universo da Microsoft.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Bom, de modo geral, uma conta de usuário reúne os dados que informam ao sistema operacional os arquivos que você pode acessar, bem como as alterações que pode realizar no computador e, claro, as suas preferências pessoais — que incluem, por exemplo, configurações de layout e segurança.

Classificação de contas no Windows 10

Existem três tipos de contas, cada uma com um nível de controle específico:

  • Conta de convidado: recheada de limitações, essa opção é ideal para usos temporários da máquina;
  • Conta padrão: indicada para atividades do dia a dia, uma vez que possui todos os acessos básicos;
  • Conta de administrador: com a maior quantidade de acessos, a conta de administrador deve ter uma utilização mais restrita em razão da segurança do computador.

Via de regra, cada usuário tem acesso ao sistema a partir de um login e uma senha.

Diferença entre usuário padrão e administrador no Windows 10

Agora que você sabe como funcionam as contas de usuário do sistema operacional, chegou o momento de abordarmos as particularidades de cada uma.

(Imagem: Divulgação/Windows/Unsplash)

Usuário padrão

Como citado anteriormente, essa conta permite o acesso a maioria das funcionalidades do computador. No entanto, se você quiser implementar alterações que afetem outros usuários ou a segurança da máquina, a coisa muda de figura. Isso porque, nesses casos, o usuário administrador precisa conceder as permissões necessárias a você.

O acesso do usuário padrão é bastante amplo em relação aos programas instalados no computador, pelo menos quanto à utilização. Em tentativas de instalar ou desinstalar softwares ou hardwares, o usuário é barrado, já que essa atividade é limitada ao administrador. Essa lógica também se aplica à exclusão de arquivos necessários ao funcionamento do computador.

Usuário administrador

A conta de administrador, como você já deve imaginar, pode realizar alterações que afetem outros usuários — o que inclui a exclusão de contas, edição de credenciais e outras modificações. O acesso é amplo a ponto de o usuário poder afetar o funcionamento do próprio computador.

Com uma cartela de acessos muito extensa, esse tipo de conta pode instalar e desinstalar programas livremente, além de entrar em todos os arquivos do computador. E, diante de tantas possibilidades, cabe citar um famoso ditado: com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades.

Portanto, caso você não domine o uso do Windows 10, recomendamos a adoção da conta padrão no seu dia a dia. Desse modo, os demais usuários não serão afetados pelas suas ações. E, mais importante do que isso, a segurança e funcionamento do computador ficarão intactos.

Fonte: Microsoft (1) e (2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.