Nova Microsoft Store vai chegar também ao Windows 10

Nova Microsoft Store vai chegar também ao Windows 10

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Outubro de 2021 às 12h16
Igor Almenara/Canaltech

O Windows 11 foi lançado ontem (5) e nele estreou a nova Microsoft Store. Com a promessa de se tornar um lar para todos os apps, a loja nativa do sistema operacional está de cara nova, é regida por políticas mais flexíveis e marca presença em várias áreas do SO — e a melhor parte: também chegará para o Windows 10.

Também no Windows 10

A grande novidade da vez é que, apesar de anunciada como recurso do Windows 11, a nova loja não deixará o Windows 10 para trás. Por se tratar de uma plataforma que atua em todo o ecossistema da Microsoft, as vantagens da nova loja também devem carregados para a versão antiga do sistema — que, vale lembrar, ainda tem suporte garantido por mais alguns anos.

A Microsoft não deu qualquer pista sobre compatibilidade de aplicativos Android com o Windows 10, mas, em tese, nada impede que iniciativas como Epic Games Store e outras lojas de terceiros tmabém fiquem disponíveis para quem usa o PC com o sistema antigo. A Microsoft ainda não tem previsão de lançamento da nova loja para o Windows 10, mas promete dar mais informações sobre a atualização nos próximos meses.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A nova Microsoft Store

A revitalização da loja é evidente logo de cara, já que o visual novo aprimora significativamente a navegabilidade da plataforma. À esquerda, uma coluna reúne as principais seções do aplicativo, enquanto a área principal destaca as principais opções disponíveis nos segmentos — Aplicativos, Jogos e Filmes e TV, exatamente como era antes.

A loja é carregada com os principais aplicativos, incluindo web apps (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Porém, o que faz a loja brilhar é a diversidade do catálogo. O que antes era totalmente povoado por aplicativos de qualidade duvidosa, agora também é composto por aplicativos de alta qualidade e web apps (PWA), que dão acesso fácil a redes sociais e sites de notícias, por exemplo. Discord, Microsoft 365, apps de streaming e vários jogos de sucesso estão lá, disponíveis para download.

Para complementar o aumento no número de opções, a Microsoft Store conta com uma barra de pesquisa retrabalhada. A nova ferramenta permite filtrar resultados com mais facilidade, bem como encontrar resultados relevantes com maior destaque.

Apps e lojas de terceiros

A MS apostou alto com sua nova plataforma ao adotar uma abordagem mais livre para desenvolvedores: não é necessário pagar comissão alguma à dona da plataforma se forem efetuados pagamentos dentro de apps, exceto se um mecanismo de compra fornecido pela Microsoft for utilizado.

E já dá para ver o efeito dessa política: mais apps estão disponíveis a partir da loja, incluindo algumas adições inéditas, como o aplicativo do Disney+. Promessas mais importantes, como o conjunto de programas da Adobe, também estão a caminho, bem como lojas de apps, tipo a Epic Games Store e a Amazon Appstore, que terá programas para Android.

Para a Microsoft, o objetivo é fazer o usuário recorrer pela loja para baixar novos programas para o PC — e fazer isso requer tempo. Neste primeiro momento, a loja será mais incisiva quanto a disponibilidade de downloads — você quer baixar um novo app pela web, mas ele está disponível na loja? A Microsoft vai oferecer a opção da casa.

Integração profunda

A Microsoft Store não é mais um ponto isolado do Windows e passou a ser parte ativa de várias áreas do sistema. Na bandeja de widgets, por exemplo, ela toma forma de um complemento exclusivo, capaz de entregar recomendações de consumo de jogos, filmes e aplicativos conforme os hábitos do usuário.

Sugestões contextualizadas são um ponto forte da nova loja (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Além disso, o usuário pode partir para uma pesquisa por apps interessantes a partir de usos específicos. Por exemplo: ao visualizar uma foto salva no PC, clicar com o botão direito sobre ela levará o utilizador para uma pesquisa por editores de imagens mais conhecidos da plataforma; em temas, no menu de Configurações, mostrará as melhores opções de customização disponíveis e por aí vai.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.