Nova barra de tarefas do Windows 10 pode gerar problemas de desempenho

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 09 de Março de 2021 às 14h30
Microsoft

A barra de tarefas do Windows 10 deve passar por uma relevante mudança muito em breve. O novo design deverá incorporar uma seção de notícias, previsão do tempo e outras funcionalidades, ideia que lembra bastante os widgets, porém de uma forma discreta e afixada na barrinha inferior.

A versão de testes liberada para desenvolvedores veio com essa novidade. O objetivo da Microsoft é permitir que isso agilize a rotina dos usuários, facilitando o acesso a informações importantes com apenas um clique, contudo, alguns testes conduzidos pelo portal Windows Latest revelaram que a nova barra pode tornar o PC mais lento.

Processo "Feeds" fica rodando em segundo plano o tempo inteiro. (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

O problema é que a funcionalidade verifica os feeds de notícias em segundo plano para fornecer as informações atualizadas. Isso significa que um processo ficará rodando no computador o tempo inteiro, gerando consumo de processamento e memória ram. Nos testes conduzidos, descobriu-se que essa função pode ocupar até 150 MB de RAM, o que pode causar impacto no desempenho de máquinas mais antigas ou com menos memória disponível.

A Microsoft já se pronunciou sobre o assunto e disse que essas novidades são opcionais e customizáveis, portanto será possível desativá-la, caso o usuário assim deseje. Além disso, como se trata de um recurso ainda em desenvolvimento, pode ser que a empresa ainda refine o funcionamento antes do lançamento oficial.

No momento, apenas usuários do Windows Insiders do EUA, Canadá, Grã-Bretanha, Austrália e Índia podem acessar os recursos de notícias e clima.

Esta é a aparência da nova barra de tarefas, contando com mais cores e clima (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Novidades nem sempre bem-vindas

A situação lembra a chegada do Windows Vista ao mercado. Na época, os diversos efeitos visuais do sistema operacional, apesar de bonitos, tornavam os PCs mais lentos. Isso fez com que muita gente rejeitasse esta versão, que até hoje é considerada um dos maiores fracassos da Microsoft.

Essa pode ser mais uma tentativa da empresa de chamar a atenção para seus serviços — por padrão, a busca de notícias e interesses usará o MSN e o Bing, o mecanismo de busca da Microsoft. Estaria a empresa mais preocupada em divulgar seus produtos do que realmente proporcionar uma experiência agradável para o consumidor?

Esta definitivamente é uma pergunta para qual ninguém terá uma resposta conclusiva. O jeito é aguardar para conhecer a nova barra e saber como ela vai ajudar (ou não) a rotina dos usuários.

Fonte: Windows Latest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.