Microsoft não vai mais deixar usuários adiarem atualizações do Windows 10

Por Alberto Rocha | 28 de Junho de 2020 às 12h01
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft tomou algumas decisões importantes e até um pouco polêmicas na última semana. Após anunciar o fechamento permanente de todas as suas lojas físicas, a companhia de Redmont também divulgou que não vai mais permitir o adiamento manual de atualizações em versões corporativas do Windows 10, em uma tentativa de "evitar confusão" entre os usuários. As informações estão disponíveis na documentação da versão 2004 do sistema operacional para profissionais de TI, publicada na terça-feira (23).

Até então, usuários corporativos das versões Pro, Education e Enterprise podiam adiar os downloads do Windows Update em até 365 dias, a menos que seus dispositivos estejam executando uma atualização de recurso do Windows 10 que está chegando ao fim do suporte. Entretanto, isso acarretou muitos dispositivos serem atualizados apenas uma vez por ano, algo não visto com bons olhos pela companhia.

“Para permitir que todos os dispositivos aproveitem ao máximo essa alteração de política e evitar confusão, removemos adiamentos da página ‘Opções avançadas’ das configurações do Windows Update, iniciando pelo Windows 10, versão 2004”, revela trecho da publicação.

A opção de adiamento das atualizações foi vista pela primeira vez com o lançamento do Windows 10 1703 (Reprodução: ZDNet)

Microsoft disponibilizou solução alternativa prevendo reclamações

Para os usuários comerciais que, por algum motivo, ainda tenham o interesse em manter o sistema operacional desatualizado para a versão mais recente, a companhia informa que será possível adiar as atualizações através de políticas de grupo.

"Se você deseja continuar aproveitando os adiamentos, use os recursos locais em Política de Grupo (Configuração do Computador > Modelos Administrativos > Componentes do Windows > Windows Update > Windows Update for Business) para selecionar quando a compilação de visualização e atualizações de recursos devem ser recebidas".

Vale ressaltar que além dessa mudança, o Windows 10 também deve passar por uma série de outras modificações. O menu inciar, por exemplo, teve seu novo visual com estética mais alinhada ao “Fluent Design” divulgado em um teaser oficial pela companhia recentemente.

Fonte: Microsoft  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.