Microsoft libera ferramentas de conversão de apps do iOS e Android para WP

Por Redação | 30 de Abril de 2015 às 11h05
photo_camera Divulgação

Uma das grandes facetas do Windows 10, segundo a Microsoft, é a possibilidade de termos apps universais, que funcionarão tanto no PC quanto no celular. É uma facilidade que foi bastante comemorada pelos desenvolvedores e, agora, pode ser aplicada pela companhia também nos softwares das plataformas da concorrência, pelo menos se as ferramentas de conversão liberadas nesta semana funcionarem conforme o esperado.

Disponíveis para um número limitado de desenvolvedores, o Project Islandwood e o Project Astoria, respectivamente, permitem a transformação rápida de programas desenvolvidos para iOS e Android. Trabalhando com códigos em Objective C, Java ou C++, as ferramentas são, pelo menos em teoria, capazes de alterar o código fonte das aplicações e torná-las compatíveis com o Windows Phone.

Além disso, tanto o Islandwood quanto o Astoria facilitam a publicação de aplicativos na Windows Phone Store, colocando-os rapidamente à disposição da Microsoft para aprovação e, mais tarde, também nas mãos dos usuários. Ainda, ambas as ferramentas permitem que o desenvolvedor otimize suas aplicações para aplicar o suporte universal a elas, deixando-as disponíveis não apenas em sistemas operacionais mobile, mas também na versão desktop do Windows 10.

É claro que essa conversão nem sempre funciona perfeitamente e é exatamente esse tipo de coisa que a Microsoft deseja limar. Os dois pacotes encontram-se atualmente em um período de testes bastante restrito, com poucos desenvolvedores selecionados à mão pela própria companhia. Quem quiser se inscrever e, quem sabe, participar, pode fazer isso pelo site da empresa.

A ideia da Microsoft é liberar o conjunto de aplicações junto com a chegada do Windows 10, que deve acontecer entre o final deste primeiro semestre e o começo do segundo. Quando terminar de desenvolver seu novo sistema operacional, Redmond promete dar todo o suporte aos produtores de software para que as mesmas ferramentas disponíveis nas outras plataformas também estejam presentes aqui para incentivar o uso e não deixar nada a desejar em relação a concorrência.

Fontes: Project Islandwood, Project Astoria

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.