Lenovo não vê Microsoft comprometida com Windows 10 Mobile e abandona plataforma

Por Redação | 04.10.2016 às 12:29
photo_camera Divulgação

Oficialmente, nada foi anunciado, mas o que estamos vendo é o Windows Mobile minguando pouco a pouco. Depois de a Microsoft deixar o Lumia 950 XL ter sua homologação suspensa pela Anatel, nesta terça-feira (04) foi a vez de a Lenovo dar um novo indício de que o sistema móvel de Redmond não tem futuro.

Em um discurso no Canalys Channel Forum 2016, que acontece nesta semana em Barcelona (Espanha), o COO Gianfranco Lanci disse que a chinesa não vê a Microsoft comprometia com sua plataforma de smartphones. Além disso, ele foi taxativo e afirmou que a Lenovo não irá mais lançar aparelhos com Windows 10 Mobile.

"Não vejo a necessidade de trabalhar em um novo Windows Phone e não estou convencido de que a Microsoft irá manter a plataforma", disse o executivo.

A afirmação vem num ano difícil para a Microsoft no segmento. A divisão mobile da empresa já foi atingida por duas ondas de demissão em massa, num movimento que foi visto pela imprensa internacional como indicativo de que os planos são de abandonar esse mercado. Há algum tempo especulações também vêm dando conta de que a empresa abandonará a linha Lumia em detrimento dos futuros Sufarce Phone. Tal boato ganhou força quando, em setembro deste ano, uma fonte interna confirmou a descontinuação dos Lumia para dezembro deste ano.

Nesse cenário de tantas incertezas, é compreensível a Lenovo abandonar o Windows 10 Mobile. Afinal de contas, se nem a própria Microsoft aparenta ter planos de novos aparelhos para ele, porque uma fabricante de fora o faria?

Via TNW