Óculos de realidade mista da Apple ganham novos detalhes de conectividade

Óculos de realidade mista da Apple ganham novos detalhes de conectividade

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 01 de Novembro de 2021 às 12h40
9to5Mac

A Apple deverá começar a produzir os seus óculos de realidade mista no último trimestre do ano que vem, de acordo com o conhecido analista Ming-Chi Kuo. O modelo terá recursos atualizados de conectividade, display de alta resolução e componentes de alta performance.

Óculos de realidade mista da Apple terá suporte para Wi-Fi 6/6E, com conexsão mais rápida e estável (Imagem: Antonio de Rosa)

Segundo Kuo, o maior problema enfrentado pelos óculos de realidade virtual atuais é a conexão com a internet, já que esse tipo de produto requer uma taxa de transferência de daos muito alta, e muitas vezes precisam ser ligados por meio de cabos para funcionar corretamente. Porém, para permitir o uso sem fio, a Apple deverá implementar o suporte para Wi-Fi 6/6E, protocolos que representam a última geração de conectividade, com velocidades mais altas e capacidade para um maior número de dispositivos conectados ao mesmo tempo.

Portanto, caso o desenvolvimento dessa compatibilidade aconteça como o esperado, abre-se uma janela de oportunidades para outras especificações que até o momento não foram vistas em dispositivos do tipo. É possível que o novo headset de realidade mista tenha baixa latência e suporte para conteúdos em até 8K — também é esperado que o óculos tenha displays com taxa de atualização de até 120 Hz, assim como o Oculus Quest já produzido pela Meta (a nova nomenclatura para o Facebook).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outros detalhes sugeridos para os novos óculos de realidade mista da Apple incluem cerca de 15 módulos de câmera para detecção de objetos e pessoas, além de tecnologia micro LED com mais de 3 mil pontos por polegada. O produto também poderá vir com suporte para 5G por mmWave, que proporcionarão maior velocidade de conexão, e ainda oferecer uma construção mais leve que os modelos já existentes no mercado, de acordo com o analista.

Realidade mista poderá ganhar popularidade no futuro

A realidade mista consiste na união entre o mundo real e o digital, em que as pessoas poderão interagir de forma completamente integrada com objetos ou seres virtuais. Os usos da tecnologia podem variar entre jogos com maior imersão, tarefas de produtividade empresarial e até mesmo auxílios para treinamentos militares, visualizações de projetos de engenharia, arquitetura e outras áreas.

Ou seja, o produto da Maçã deverá oferecer uma proposta similar ao "metaverso" proposto por Mark Zuckerberg nos últimos dias, em que pessoas poderão ser representadas por avatares animados, e a partir daí realizar uma grande diversidade de tarefas.

Porém, todas essas novidades virão por um preço salgado: rumores apontam que o novo dispositivo poderá ser disponibilizado por um valor entre 1.000 dólares (cerca de R$ 5.645 em conversão direta) e 3.000 dólares (R$ 28.225) — além da Apple e Meta, a Sony também deverá apresentar seu óculos de realidade mista em algum momento de 2022.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.